Rádio Boa Nova - de Oliveira do Hospital para todo o mundo

Rafael Delaunay Gomes atleta do CAOH,  consegue o apuramento para o  IRONMAN Word Championship 2015

Depois do quinto lugar  no IRONMAN Europa em Lanzarote, Rafael Delaunay Gomes atleta do CAOH,  consegue o tão desejado lugar no  IRONMAN Word Championship 2015 que se vai disputar na cidade de Kona no Hawai a 10 de outubro. (Em actualização)

Cortejo 2015 - ESTGOH. Poucos, mas bons.

Campeonato Nacional de Seniores - Última jornada

Com a manutenção já assegurada por ambas as equipas, restou fechar o campeonato da melhor maneira.

A vitória foi merecida para a equipa da casa que terminou em 1º lugar na classificação.

FCOH - 4

Pampilhosa - 2

 

O Tourizense consegue a manutenção nesta última jornada ao empatar 0-0 com o Sourense.


O Nogueirense fechou o campeonato com um empate 2-2 em Castelo Branco.

 

NOTA:

Assembleia Geral Extraordinária do FCOH

ESTA SEXTA FEIRA dia 29 de Maio - 21:00  -  1º piso da Casa da Cultura César Oliveira.

A Rádio Boa Nova na “Rota da Freguesia” de Nogueira do Cravo

Na Rota das Freguesias, a Rádio Boa Nova centra-se em Nogueira do Cravo, a segunda maior freguesia do concelho de Oliveira do Hospital, que à data dos censos de 2011 contava com 3309 habitantes.


Localizada às portas da cidade, a freguesia de Nogueira do Cravo é também composta pelas localidades de Aldeia de Nogueira, Galizes, Reta da Salinha, Senhor das Almas, Vale de Dona Clara, Vendas de Galizes e Vilela. Rica em gente, Nogueira do Cravo é também freguesia de associativismo e de uma forte componente empresarial, constituindo estas as mais valias de uma freguesia, que é igualmente rica por dispor de uma forte resposta social, sobretudo a portadores de deficiência, que é assegurada pela Santa Casa da Misericórdia de Galizes.  


Pontos fortes que contrapõem com problemas de uma freguesia que, tal como outras, esbarra nos parcos recursos financeiros. Pese embora o carácter urbano associado à sede de freguesia, continuam a substituir problemas ao nível do saneamento básico e arranjos de vias. Preocupações partilhadas na Rádio Boa Nova pelo jovem presidente de Junta de Freguesia, Luís Nina, para quem é uma necessidade dotar a zona entre Vendas de Galizes e Senhor das Almas e algumas quintas em Vilela com rede de esgotos públicos. Do mesmo modo, entende que é “uma necessidade premente a reparação dos passeios e bermas e da estrada que liga Senhor das Almas a Nogueira do Cravo”.

Mais recente é o problema da falta de médico na freguesia. A tentar resolver o problema, Luís Nina tem em cima da mesa uma possível manifestação pública. Na Rádio Boa Nova diz estar de coração partido por ver a sua população sem médico de família.


Estes e outros assuntos da freguesia em destaque no programa "Conversas" da Rádio Boa Nova que esta sexta-feira entra na Rota das Freguesia de Nogueira do Cravo. Para ouvir a partir das 19h00, com repetição domingo às 13h00. 

"Balanço positivo" no dia em que os "miúdos" tomaram conta da Feira do Livro

Decorre hoje o segundo momento da Feira do Livro de Oliveira do Hospital no espaço multiusos do Mercado Municipal. Depois de os alunos do 1º Ciclo terem, ontem, tomado conta do certame, hoje é a vez de os alunos dos jardins de infância do concelho desfrutarem da programação proporcionada, com destaque para a presença do amigo Ruca, personagem infantil do conhecimento e agrado da generalidade das crianças.


No dia dedicado ao pré-escolar, destaque para a reedição do Mercado da Primavera a decorrer no Parque do Mandanelho. Uma iniciativa que mobilizou professores, auxiliares e os pais das crianças que hoje encheram as bancas com produtos vindos da terra, como legumes, hortaliças, leguminosas e flores. Bolos e bolas, pão, doces, sumos e outras delícias também marcaram presença.

No segundo dia do certame que fica marcado pela sua realização no renovado Mercado Municipal, Graça Silva, vereadora da Educação na Câmara de Oliveira do Hospital faz um balanço positivo desta 10ª edição da Feira do Livro, considerando também acertada a mudança da Feira para o Mercado, por onde têm passado muitas famílias, esperando-se uma boa adesão até domingo, 24 de maio.

Participam na Feira do Livro as quatro papelarias /livrarias do concelho - Anita Papelaria, Meio Mundo, Copiarte e Pérola. As bibliotecas municipais também estão presentes em banca própria com os livros com chancela do município.

Piquenique familiar em Oliveira do Hospital

No próximo domingo, 24 de maio, o município de Oliveira do Hospital em parceria com a Rede Social promovem a segunda edição do Piquenique Familiar.


A iniciativa, realizada no âmbito do Plano de Ação 2015 da Rede Social, terá lugar no Parque do Mandanelho pelas 12H30 e constituirá também um momento de comemoração dos dias Internacional da Família (15 de maio) e da Criança (1 de junho).

 “Num município com uma forte mensagem social, enquanto Município Inclusivo”, o convite é dirigido a todas as famílias e público em geral para que se associem ao evento que constituirá um espaço de partilha intergeracional e até interinstitucional. Além deste agradável momento de convívio e descontração em que a comunidade é desafiada a trazer o seu farnel para o pulmão verde da cidade, as famílias irão beneficiar das atividades previstas para o dia de domingo, na Feira do Livro de Oliveira do Hospital que está a decorrer no espaço multiusos do Mercado Municipal. Além da programação que engloba apresentação de livros, oficinas temáticas e música, destaca-se a aula de Zumba para toda a família que tem início às 11H00. “Venha e divirta-se em família” é o convite que a organização dirige à comunidade.

Oliveira do Hospital: Incêndio mobilizou 78 bombeiros e devastou cinco hectares

Um incêndio de dimensão considerável consumiu, ao final do dia de ontem, cerca de cinco hectares de mato e pinhal no Vale dos Sonhos, localidade de Chamusca da Beira, no concelho de Oliveira do Hospital. No combate às chamas estiveram envolvidos 78 bombeiros de sete corporações.

 

O alerta para o incêndio foi dado pouco depois das 17h30 desta quinta-feira. De acordo com Emídio Camacho, comandante dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital tratou-se de um “incêndio em declive, deitado no fundo de uma ravina, numa zona densamente povoada, que fez com que as chamas ganhassem grande proporção”. Àquela hora registavam-se temperaturas elevadas e vento que facilitaram a evolução do fogo, que foi dado como extinto cerca das 23h30.

 

À Rádio Boa Nova, Emídio Camacho adiantou tratar-se de um fogo com dimensão, pelo que entende ser o “maior” deste ano. O comandante estima que tenham ardido cinco hectares de mato e pinhal.

Até ao momento desconhecem-se as causas do incêndio. De qualquer modo, Emídio Camacho está certo de que “houve ignição e que alguém teve que a fazer”.

No combate ao incêndio estiveram envolvidos 78 bombeiros das corporações de Oliveira do Hospital, Lagares da Beira, Vila Nova de Oliveirinha, Tábua, Coja, Arganil e Seia, apoiados por 21 viaturas. 

 Clube Europeu promove caminhada contra violência no namoro

No âmbito do "Ano Europeu para o Desenvolvimento", cujo lema é " O nosso mundo, a nossa dignidade, o nosso futuro", o  Clube Europeu do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital  promove a realização de uma caminhada/corrida em Oliveira do Hospital (com cerca de 4Km), tendo em vista a sensibilização da população para a questão da violência doméstica, particularmente no namoro, que terá lugar no dia 30 de maio, com início às 21h00.


Para a concretização desta atividade integrada no programa “MOHve-te”,  o Clube Europeu tem  garantidas várias parcerias, nomeadamente  com o pelouro do desporto do Município de Oliveira do Hospital,  Unidade  de Cuidados na Comunidade Pinheiro dos Abraços, do Centro de Saúde local, Escola Superior de Enfermagem de Coimbra/Usar & Ser Laço Branco e com  a Rádio Boa Nova.

O Clube Europeu do AEOH é dinamizado pelos professores Célia Lourenço, Fátima Antunes, Fátima Couceiro, Luísa Azêdo e Norberto Almeida que vêm na caminhada uma forma de praticar exercício físico gratuitamente, em boa companhia e ainda colaborar para chamar a atenção da sociedade para o flagelo social da violência doméstica e, particularmente, da violência no namoro.

A caminhada tem início no Largo Ribeiro do Amaral. As inscrições são gratuitas.  

"Casa cheia" em dia de abertura da Feira do Livro de Oliveira do Hospital

Arrancou esta manhã mais uma edição da Feira do Livro em Oliveira do Hospital. Com o primeiro dia dedicado ao 1º Ciclo o certame contou com “casa cheia”. A feira decorre até domingo, 24 de maio, no espaço multiusos do Mercado Municipal, entre as 10h00 e as 22h00.


Até domingo, a Feira do Livro de Oliveira do Hospital irá proporcionar diversas atividades complementares da oferta das livrarias e papelarias da cidade que estarão presentes nesta edição – Anita Papelaria, Copiarte, Livraria Pérola e Meio Mundo – além da banca das Bibliotecas Municipais com as edições de chancela do Município.

A assinalar dez anos, a Feira do livro volta a dedicar cada um dos dias a um público ou tema específico. No dia inaugural, o certame é dedicado aos alunos do 1º ciclo que, no momento de abertura da feira disseram “presente”., configurando um motivo de satisfação para o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino, que não perdeu oportunidade de interagir com os mais novos.

Cumpre-se assim o objetivo da Feira do Livro que, como verificou Graça Silva, vereadora da Educação e Cultura da Câmara Municipal, reserva os primeiros dois dias aos mais pequenos. Neste primeiro dia são esperados 700 alunos. Amanhã, dia 22 de maio, deverão passar pela Feira cerca de 500 crianças do pré-escolar. No sábado, o certame é dedicado às Instituições com valência de idosos. Domingo é dia da Literatura Oral e Tradicional.

Na ação de promoção do livro e da leitura, o município trabalha em parceria com a Eptoliva o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital. Cristina Borges, vice-presidente do agrupamento oliveirense, destacou por isso a importância da leitura e desafiou os mais novos a ler livros.

Do mesmo modo, a Feira do Livro visa proporcionar oportunidades de negócio às papelarias e livrarias do concelho, como referiu o presidente da Agência de Desenvolvimento Integrado de Oliveira do Hospital e Tábua, José Francisco Rolo. 

Nelas: Feira do Vinho do Dão vai ter embaixadores

A Câmara Municipal de Nelas vai nomear embaixadores da Feira do Vinho do Dão num jantar a ter lugar no dia 26 de maio no Hotel da Urgeiriça e que servirá, igualmente, para apresentar o novo modelo da Feira que este ano celebra a sua 24ª edição.

 

Esta nomeação surge em jeito de agradecimento aos produtores, e a todos aqueles que sempre apoiaram a realização da Feira do Vinho do Dão e que estão na base do seu sucesso. Na ocasião, será dada a conhecer uma nova identidade da Feira do Vinho do Dão, da Região e para a Região, mais moderna e diferenciadora sem, no entanto, esquecer as tradições e origens da mesma, fazendo jus à notoriedade que os Vinhos do Dão têm alcançado no mercado nacional e internacional, demarcando-se dos restantes certames vínicos realizados no país e posicionando-se como um evento de referência nacional e do enoturismo em Portugal.

A edição deste ano da Feira do Vinho do Dão irá marcar uma nova abordagem ao conceito do evento e para isso a Autarquia apostou na reformulação da própria identidade da Feira, capaz de valorizar o evento enquanto marca, criando valor e notoriedade.

Alunos mais próximos do mercado de trabalho

No âmbito da V Iniciativa Competências para o Desenvolvimento, promovida pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, durante esta semana estão a ser promovidas diversas sessões direcionadas aos alunos do concelho e que os aproximam quer do mercado de trabalho quer de entidades do ensino superior e da investigação.


Na terça-feira, 19 de maio no âmbito da ação “Da Escola para o Trabalho”, os empresários do setor da restauração que aceitaram o desafio lançado pela organização, estiveram no Restaurante Pedagógico, na sede do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH), onde participaram numa sessão de apresentação do Curso Profissional de Restauração – variante restaurante e bar.

Também na EPTOLIVA - Escola Profissional de Tábua e Oliveira do Hospital, hoje, será dinamizada a sessão com a mesma designação, direcionada aos empresários e operadores turísticos para apresentação do curso profissional de Turismo desta escola profissional.

As sessões “Da Escola para o Trabalho” surgem como uma das novidades da V Iniciativa Competências para o Desenvolvimento e assumem-se como oportunidades para a troca de experiências, ao mesmo tempo que aproximam as escolas e os alunos, que serão futuros profissionais, dos empresários que possuem os seus negócios no concelho.

Educação; Empreendedorismo; Ciência, Tecnologia e Inovação; Formação e Orientação Profissional; Juventude; Cultura e Comércio Local; Cidadania; Economia Social dominam as iniciativas da programação que iniciou a 8 de maio, com a final do Concurso Municipal de Ideias de Negócio, e se estende até ao final de junho. Ainda hoje teve início a Feira do Livro de Oliveira do Hospital que decorre até 24 de maio.

A V Iniciativa Competências para o Desenvolvimento é promovida pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, numa parceria alargada com várias entidades ligadas à educação e formação profissional.

Três dias de luto municipal pelo falecimento de João José Fonseca da Costa Soares

A Câmara de Oliveira do Oliveira do Hospital decretou, hoje, três dias de luto municipal pela morte de João José Fonseca da Costa Soares que exerceu funções de Vogal, Vice-Presidente e Presidente da Comissão Administrativa do Município de Oliveira do Hospital de maio de 1974 a outubro de 1976.


A deliberação de luto municipal reporta aos dias 20, 21 e 22 de maio em reconhecimento pelas “funções desempenhadas, a nobreza de caráter, a forma afável, abnegada, leal e íntegra com que tão insigne filho de Oliveira do Hospital defendeu os interesses do Município”

Nos três dias, o luto municipal está caracterizado “no hastear da bandeira municipal a meia adriça em todos os edifícios públicos municipais em que a mesma seja ou deva ser hasteada”. A mesma recomendação já foi transmitida às freguesias do concelho. 

Semana Académica da ESTGOH decorre até domingo em Oliveira do Hospital

Está em curso mais uma Semana Académica da Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH). Até domingo, 24 de maio, as capas negras tomam conta da cidade em mais uma iniciativa destinada a integrar os estudantes e a valorizar a escola.


Sem “um grande cartaz” porque o orçamento reduzido não o permitiu, a Semana Académica da ESTGOH não deixa de se revelar atrativa para os estudantes e demais comunidade do concelho e da região. Assim espera Jéssica Domingues, a nova presidente da Associação de Estudantes da ESTGOH que, à Rádio Boa Nova disse centrar elevadas expectativas para as noites do fim de semana, no Parque dos Marmelos, com a presença do grupo AF, da locutora da Cidade FM Joana Perez e da banda Ninja Kore. Na noite de sábado, é esperado o grupo “The Fucking Bastards”.

Tal como em anos anteriores, o momento alto deste evento académico é o tradicional cortejo. Os estudantes desfilam pelas principais ruas da cidade na tarde de domingo, dia 24, a partir das 15h00. De manhã tem lugar a Missão de Benção das Pastas, no Adro da Igreja. No cortejo são esperados cerca de duas centenas de estudantes, dos quais perto de 40 são alunos finalistas. O carro do curso de Administração e Finanças é o único a marcar presença. “Não esperamos um grande cortejo, mas temos espirito académico”, adiantou Jéssica Domingues.


Recém chegada à liderança da Associação de Estudantes da ESTGOH, Jéssica Domingues não deixou de confessar, na Rádio Boa Nova, também ter ficado assustada quando chegou a Oliveira do Hospital. Natural de Águeda, a jovem aluna julgava ter-se inscrito numa escola de Coimbra. Agora por cá, assegura que não trocava a ESTGOH por outra. “É um meio pequeno em que todos se conhecem. Nas aulas somos poucos e os professores estão mais atentos a nós. O ensino é muito melhor”, afirmou a aluna do 2º ano do curso de Administração e Finanças que chega a recomendar a ESTGOH por considerar que “é um bom futuro para toda a gente”. Deu o exemplo da taxa de empregabilidade dos alunos formados na ESTGOH que “no ano passado era de 85 por cento”.

Ténis de Mesa: CCPOH terminou o campeonato nacional da 2ª divisão no 4.º lugar

A equipa de ténis de mesa do Clube de Caça e Pesca de Oliveira do Hospital terminou o campeonato nacional da 2ª divisão no 4.º lugar.


Na última jornada, e já com o grande objetivo da manutenção alcançado, o clube oliveirense deslocou-se à ilha das Flores onde perdeu, por 4-2, com o GD Fazendense.

Numa época bastante desgastante, com equipas dos distritos de Coimbra, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Leiria, Lisboa e dos Açores, o Clube de Caça e Pesca conseguiu terminar na 1ª metade da classificação geral, o que é um registo “muito positivo” e permite disputar, na próxima época, o campeonato nacional, o que já acontece desde 2006.

Bombeiro detido em Condeixa-a-Nova por suspeita de atear fogos 

Um bombeiro voluntário de Condeixa-a-Nova, de 19 anos, é suspeito de ter ateado sete incêndios florestais, entre os dias 9 e 11 deste mês, com o alegado objetivo de se treinar para os grandes fogos do verão.


 Desmascarado por colegas, foi detido, segunda-feira à noite, pela Diretoria do Centro Polícia Judiciária. Já ontem, uma juíza mandou-o para casa, "sob controlo policial". Nenhum dos incêndios ateados pelo bombeiro incendiário ganhou grande força. Foram todos extintos rapidamente, porque o suspeito, mal os ateava, dava logo o alerta, para os Voluntários de Condeixa-a-Nova, que os atacaram e dominaram na fase inicial. Segundo fonte policial, uma razão pela qual alguns colegas começaram a desconfiar dele teve que ver, justamente, com o facto de ele ter sido, "nalguns casos, demasiado rápido a dar o alerta". Mas não foi só essa rapidez que chamou a atenção. "Logo que dava o alerta, estava pronto para o combate ao incêndio", sublinha a mesma fonte, acrescentando que houve ainda testemunhas que afirmaram ter visto, "nas imediações do fogo, um carro parecido com o dele". Na segunda-feira, a PJ foi chamada aos Voluntários de Condeixa, onde ouviu testemunhas que conduziram à detenção do suspeito, um distribuidor de produtos comerciais, solteiro e sem cadastro. O jovem terá confessado os sete crimes de incêndio à polícia, alegando que "queria treinar-se para quando viesse a época dos grandes incêndios", resumiu fonte próxima da investigação.

Com:jn.pt  

Basquetebol: Oliveira do Hospital e Tábua recebem Taça Nacional Sub 19 Feminino

No próximo fim de semana todas as atenções se vão centrar em Oliveira do Hospital e Tábua. Os dois concelhos vão acolher a Taça Nacional Sub 19 Feminino em Basquetebol disputadas pelas quatro melhores equipas daquele escalão: Carnide Clube Basquetebol, União Sportiva dos Açores, Galitos e Sporting Clube de Portugal.

 

Numa parceria entre os dois municípios, a Associação de Basquetebol de Coimbra e o Sampaense Basket, a prova inicia às 15h00 de sábado, dia 23 de maio, no Pavilhão Serafim Marques, no concelho de Oliveira do Hospital com a meia final entre o Carnide Clube Basquetebol e a União Sportiva dos Açores. No mesmo espaço, às 17h00, disputa-se a segunda meia final entre a equipa do Galitos e o Sporting Club de Portugal. A final está reservada para domingo, às 16h00, no pavilhão Multiusos de Tábua. As entradas para os jogos são gratuitas.

Partilhada pelos dois municípios, a Taça Nacional Sub 19 Feminino vai de encontro com as pretensões de Oliveira do Hospital e Tábua de dinamização da prática da modalidade e  de aposta na formação integral dos jovens. Assim entende, pelo menos, o vereador do desporto da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que, Nuno Ribeiro, em conferência de imprensa mostrou o seu agrado por as meias finais acontecerem no Pavilhão do Sampaense Basket . “Para nós é um prazer. Convidamos todos ao amantes da modalidade e do desporto”, referiu.

A elogiar a boa parceria entre os dois municípios, Ricardo Cruz, vereador da Câmara de Tábua desafiou os amantes do basquetebol a assistirem aos jogos desta competição num fim de semana “desportivo e a bem da modalidade que é o basquetebol”.

Desafiado pelo município, também o Sampaense Basket acedeu a colaborar nesta prova. No entender de Nuno Marques, da direção do clube nem poderia ser de outra forma dada boa relação com o município e o apoio que a autarquia tem dado ao clube.

Um trabalho de parceria que para o presidente da Associação de Basquetebol de Coimbra, Luís Santarino, é um excelente exemplo para o distrito e para o todo nacional. Em Oliveira do Hospital, o responsável destacou igualmente a importância da prova, configurando-se como “um ponto alto para as equipas e suas jogadoras”. 

Senhor das Almas com parque de apoio a caravanistas

A Câmara de Oliveira do Hospital inaugura, no domingo, no Parque do Senhor das Almas, uma área de serviço de apoio ao autocaravanismo que visa facilitar o acesso de turistas à região da Serra da Estrela.


Trata-se do Camping Car Serra da Estrela, com sete lugares, uma obra que custou 30 mil euros, tendo beneficiado de financiamento da União Europeia, através do Programa de Desenvolvimento Rural (PRODER).

“O nosso objetivo, ao abrir esta área de serviço, é captar um nicho de turistas que é crescente”, disse à agência Lusa Francisco Rolo, vereador do Turismo da Câmara de Oliveira do Hospital, no distrito de Coimbra.

Localizada no Parque do Senhor das Almas, em Nogueira do Cravo, a nova infraestrutura dispõe de vários equipamentos de apoio ao turismo itinerante, como um espaço para despejo das cassetes do sanitário químico das autocaravanas.

“Funcionará como plataforma de acesso para que os autocaravanistas possam desfrutar da Serra da Estrela, dos vales do Alva e do Alvoco e também da Serra do Açor”, adiantou Francisco Rolo, também vice-presidente da Câmara Municipal.

Com esta área de serviço, “estrategicamente localizada” junto à estrada da Beira (EN 17), Oliveira do Hospital “entra assim na rota das cidades europeias amigas do autocaravanismo”.

Para assinalar a abertura do parque, a autarquia de Oliveira do Hospital, liderada por José Carlos Alexandrino, e a Associação de Autocaravanismo Portuguesa promovem um encontro de autocaravanas, entre sexta-feira e domingo.

Feira do Livro de Oliveira do Hospital abre portas dia 21 de maio

Tem início amanhã, 21 de maio, mais uma edição da Feira do Livro em Oliveira do Hospital. A iniciativa decorre até domingo, dia 24, no espaço multiusos do Mercado Municipal, entre 10h00 e as 22h00.


Nos quatro dias, a Feira do Livro de Oliveira do Hospital irá proporcionar diversas atividades complementares da oferta das livrarias e papelarias da cidade que estarão presentes nesta edição – Anita Papelaria, Copiarte, Livraria Pérola e Meio Mundo – além da banca das Bibliotecas Municipais com as edições de chancela do Município.

A assinalar dez anos, a Feira do livro volta a dedicar um dos dias a um público ou tema específico, proporcionando-se atividades direcionadas num claro incentivo a que toda a população visite e usufrua da oferta cultural e musical proporcionada ao longo de toda a programação do certame. A realização deste evento representa também um incentivo às compras no comércio local sendo que as livrarias e papelarias presentes irão praticar um aliciante desconto de 15% durante os quatro dias e aos leitores que efetuarem compras de valor igual ou superior a 15 euros serão oferecidos bilhetes de cinema.

O dia inaugural, 21 de maio, é dedicado ao 1.º Ciclo do Ensino Básico (CEB) e ao longo do dia, estes alunos visitarão a Feira do Livro onde irão assistir à apresentação do livro “os Lobos no cemitério perdido” de José Carlos Completo e outras inicitaivas. No segundo dia, o Município promove a visita dos alunos do pré-escolar à Feira do Livro, onde vão encontrar atividades e contar com a presença do amigo Ruca, personagem adorada pelas crianças. Destaca-se a dinamização do “Mercadinho da Primavera” pelos vários jardins de infância do concelho ao início da manhã.

Sábado é o dia das Instituições com Valência de Idosos e ao início da tarde será dinamizada uma atividade no âmbito do projeto “Viver a Ler +” pela equipa da BMOH. É com o Dia da Literatura Oral e Tradicional que terminará a Feira do Livro 2015. Para este dia estão igualmente previstas várias atividades.

A Feira do Livro é organizada pelo município de Oliveira do Hospital, ADI, bibliotecas públicas, agrupamento de escolas e Eptoliva.

Aluno amarrado a poste e despido em escola de Nelas (Atualizada)

Um aluno de uma escola básica de Nelas, em Viseu, terá sido amarrado a um poste, despido e fotografado em pleno recreio, revela a SIC. Ninguém se apercebeu. Caso está a ser investigado pela GNR.

 

 

O incidente terá acontecido na passada quinta-feira, no intervalo das 10h, na Escola Básica de Nelas, em Viseu. Três alunos do 9.º ano amarraram um aluno mais novo, de 12 anos, a um poste e tiraram-lhe a roupa enquanto filmavam com os telemóveis. Vários outros alunos assistiram ao momento mas nenhum tentou parar os rapazes mais velhos ou reportou o caso. Nem professores, nem funcionários se aperceberam do que se passou. O jovem de 12 anos só contou o sucedido ao final do dia, em casa. Os pais apresentaram imediatamente queixa na GNR de Nelas, tendo ido à escola no dia seguinte. Os três agressores confessaram o que haviam feito aos militares da GNR e foram-lhes confiscados os telemóveis. Entretanto, o caso está a ser investigado.

 

A mãe da vítima contou, em entrevista à SIC, que só pretende que o caso sirva de alerta, partilhando sentir alguma preocupação perante o facto de nenhum dos colegas do filho que assistiu ao incidente ter dado um alerta. A direção da escola foi contactada pela estação de televisão mas não foi possível averiguar se existe alguma evolução sobre o inquérito aberto ao caso.

 

Atualização: O Agrupamento de Escolas de Nelas já informou ter em curso um inquérito para esclarecer os contornos do caso.

Para a responsável do Agrupamento de Escolas de Nelas, Olga Carvalho, este é um episódio reprovável, que está a tomar um mediatismo excessivo, acabando por prejudicar a criança que até tem frequentado normalmente as aulas.

A diretora entende que “este caso deveria ter sido resolvido na escola, ao invés de ganhar estas proporções devido a outros casos que têm sido noticiados, nos últimos dias, na comunicação social". Contactado pela Lusa, o relações públicas da GNR de Viseu, José Machado, confirmou que, na quinta-feira, foi formalizada no posto de GNR de Nelas uma queixa por crime de 'bullying' sobre um menor.

Uma familiar do menino de 12 anos explicou que este se mostrou choroso no dia em que terá sido amarrado a um poste, despido e fotografado por colegas mais velhos. No entanto, "reabilitou-se e continuou a ir normalmente às aulas".

com:noticiasaominuto.com

Centro: SEF fiscaliza estabelecimentos e identifica 100 pessoas

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) anunciou hoje ter inspecionado seis estabelecimentos de diversão noturna e identificado uma centena de pessoas no decurso de ações de fiscalização na região Centro.


Numa nota à comunicação social, o SEF informa que "desencadeou um conjunto de ações direcionadas para o combate ao auxílio à permanência de cidadãos ilegais" e "à exploração da atividade da prostituição, na zona centro do país".

"Este conjunto de ações teve pontos de incidência fiscalizadora nos distritos de Coimbra, Viseu, Leiria, Castelo Branco e Guarda", adianta o SEF, esclarecendo que no total foram inspecionados seis estabelecimentos de diversão noturna e identificados cerca de uma centena de indivíduos, dos quais 30 estrangeiros.

Segundo o SEF, um cidadão estrangeiro foi detido no cumprimento de mandado judicial, tendo sido restituído à liberdade depois de cumpridos os correspondentes formalismos legais.

Outros três encontravam-se em situação documental ilegal no país, pelo que "foram notificados para abandono voluntário de território nacional no prazo de 20 dias, sob pena de incorrerem em procedimento coercivo de afastamento em caso de incumprimento". O SEF acrescenta que estiveram envolvidos nas ações 40 elementos desta força policial.

Legislativas: Presidente da Federação Distrital apela ao voto dos oliveirenses no PS

O presidente da Federação de Coimbra do PS, Pedro Coimbra, apelou no sábado ao voto dos oliveirenses no PS nas próximas eleições legislativas. Na Lajeosa, Pedro Coimbra apelou à “mobilização” dos oliveirenses para que o “PS seja governo a partir de outubro e António Costa seja o primeiro-ministro de Portugal”.


O dirigente distrital do partido falava assim no decorrer do Fórum das freguesias/Convenção Autárquica organizado pela Comissão Política Concelhia do PS de Oliveira do Hospital, na Liga de Amigos da Lajeosa, com o objetivo de fazer um balanço de 18 meses de  governação autárquica. Diante de uma plateia cheia, Pedro Coimbra não se esgotou a elogiar a liderança de José Carlos Alexandrino a quem desafiou para nova recandidatura municipal em 2017, como também apelou ao voto dos oliveirenses no PS nas eleições legislativas, que terão lugar em outubro deste ano. A fazer um balanço negativo do trabalho levado a cabo pelo atual governo de coligação PSD-CDS/PP que fica marcado pelos “cortes, encerramento de serviços e privatizações”, considerando mesmo que “hoje o país está pior do que há quatro anos”, Pedro Coimbra disse que o PS quer governar porque entende ser “capaz de fazer melhor e diferente sem massacrar as pessoas”. Aos oliveirenses apelou a que “passem a palavra uns aos outros” e se “mobilizem” para que “o PS seja governo”.

Meruge manifesta-se “absolutamente contra” encerramento de escola

A Junta de Freguesia de Meruge está preocupada com a sinalização da EB1 da localidade para encerramento. Dirigiu por isso uma moção ao governo manifestando-se “absolutamente contra” o fecho da escola que “tem todas as condições físicas e pedagógicas para oferecer um ensino de qualidade”.

 

Na missiva, aprovada em Assembleia de Freguesia de 29 de abril, o executivo da Junta liderado por Aníbal Correia reafirma a sua posição contrária ao encerramento da escola, na sequência de a mesma ter sido sinalizada pela delegação regional da Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGeSTE) e solicitado parecer ao município de Oliveira do Hospital. A considerar o encerramento de escolas como “um ataque às populações das pequenas freguesias”, aquele executivo critica o reordenamento escolar feito de forma  administrativa, até porque em Meruge “a escola é parte importante na dinâmica social e tem uma grande participação e abertura para a comunidade.”.

“As crianças dispõem de Cantina Escolar, ATL e diversas atividades ocupacionais”, referem os eleitos na moção, que elencando os custos decorrentes do fecho da escola, notam que a “escola do 1º CEB de Meruge tem todas as condições físicas e pedagógicas para oferecer um ensino de elevada qualidade, mantendo uma relação de proximidade com toda a comunidade escolar, dando resposta às especificidades que muitos pais elegem para a escolha da frequência deste espaço, nomeadamente a oferta das aulas bissemanais de natação, o funcionamento das Escolinhas de Futebol e de Ténis, e da Escola de Música”.

Na moção, Aníbal Correia e sua equipa exigem ao governo para que reconsidere e anule a comunicação de encerramento da escola. Avisam o governo que estão na deposição de “tudo fazer para mobilizar os pais, encarregados de educação, instituições e população em geral, para lutarem por todos os meios, contra o encerramento da Escola.

O caso foi tema de debate na última Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital. Na ocasião, Aníbal Correia opôs-se ao fecho da escola, esperando a vereadora da Educação, Graça Silva que a sinalização seja “um engano”. Contactada pela Rádio Boa Nova a delegada regional da DGEsTE, Cristina Oliveira disse não haver intenção de encerramento da escola, caso seja esse o entendimento do município e da comunidade. Justificou a sinalização com um procedimento formal no conjunto dos municípios. Entretanto, fonte do governo informou que este ano não está previsto qualquer encerramento de escolas no país.

 

Oliveira do Hospital incentiva ingresso no ensino superior com bolsas de estudo

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital volta a apoiar os alunos economicamente carenciados do concelho que frequentam estabelecimentos de ensino superior público com bolsas de estudo num valor superior a 50 mil euros.


“Sensível às dificuldades económicas que afetam alguns agregados familiares”, a CMOH pretende contribuir, com este investimento na Educação, para que os jovens residentes no concelho possam ter acesso ao ensino superior e continuar com a formação académica, independentemente da sua condição económico-financeira.

Ao abrigo desta medida, foram atribuídas no presente ano letivo 40 bolsas de estudo, onde se incluem seis bolsas de mérito destinadas a estudantes do ensino superior com aproveitamento escolar excecional.

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, o município indica que “o apoio aos alunos e às famílias tem sido uma prioridade da autarquia que procura desenvolver ações que fomentem a educação e o ensino”.

Entre 2010 e 2015, a Câmara Municipal já atribuiu 149 bolsas de estudo para o ensino superior, através de um investimento que ronda os 200 mil euros.

A bolsa de estudo por insuficiência económica é uma prestação pecuniária equivalente a 40% da retribuição mínima mensal garantida em vigor, para comparticipação nos encargos decorrentes da frequência do ensino superior pelos estudantes economicamente desfavorecidos do Concelho de Oliveira do Hospital.

Constitui condição preferencial a frequência de ensino superior na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH), estando salvaguardo 25% do orçamento (50 mil euros) para os candidatos que frequentam o ensino superior nesta escola.

A bolsa por mérito excecional tem o valor mensal de cem euros e são atribuídas, anualmente, 6 bolsas de estudo – três para estudantes que irão frequentar o 1º ano do ensino superior e três para estudantes que já frequentam aquele nível de ensino.

“Para além de pretender estimular a frequência do ensino superior, a atribuição de bolsas de estudo visa também a criação de condições adequadas ao tecido económico concelhio, através da dotação de quadros técnicos superiores, fomentando-se assim um desenvolvimento sustentado”, informa a autarquia em comunicado.

 

Jovens desafiados a revelar talentos em Oliveira do Hospital

Estão abertas as inscrições, até ao final do mês de junho, para o concurso “Soltem Talentos 2015” promovido pela Câmara Municipal de Oliveira do Hospital através do Pelouro da Cultura.


Podem participar, individualmente ou em grupo, todos os jovens residentes no concelho com idade compreendida entre os 11 e os 35 anos, nas áreas de voz/dramaturgia (teatro, declamação, stand-up comedy), música (canção ou instrumental, a solo ou em banda); dança (clássica, moderna, contemporânea) e artes circenses (magia, equilíbrio, acrobacia, malabarismo).

O concurso “Soltem Talentos” visa descobrir novos valores e dar oportunidade aos jovens do concelho de mostrarem as suas aptidões. Serão realizadas eliminatórias para apurar os concorrentes que disputarão a final, que integrará o programa da ExpOH – Feira Regional de Oliveira do Hospital, como vem sendo habitual nas últimas edições. As semifinais estão já agendadas e serão realizadas de 10 a 18 de julho, às 21h30 na Casa da Cultura César Oliveira. Aí será apurado o lote de finalistas, composto pelos candidatos mais votados pelo público presente, que irá disputar a final do concurso “Soltem Talentos” durante a ExpOH no Parque do Mandanelho.

No espetáculo final, os três vencedores serão contemplados com prémios monetários no valor de 250 euros, 150 euros e 100 euros, respetivamente, bem como com uma entrada por mês para as sessões de cinema a realizar na Casa da Cultura César Oliveira entre os meses de setembro e dezembro, e diploma de participação.

Encontrado morto jovem de 20 anos que desapareceu no rio Dão

Um jovem de 20 anos que desapareceu na segunda-feira no rio Dão, no concelho de Santa Comba Dão, distrito de Viseu, foi hoje encontrado morto por volta das 00h30, disse o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).


De acordo com a fonte, as buscas estavam a ser realizadas por duas equipas de mergulhadores dos Bombeiros Voluntários de Viseu e de Lamego.O corpo do jovem foi transportado para o Instituto de Medicina Legal, em Viseu. O alerta para o desaparecimento do jovem nas águas do rio Dão, na zona do Granjal, no concelho de Santa Comba Dão, foi dado na segunda-feira por volta das 15h30.

Com:noticiasaominuto.com

 

FCOH perde em Touriz e Nogueirense não faz melhor frente ao Caldas

O Nogueirense perdeu em casa frente ao Caldas por 1-0 e joga a última jornada em Castelo Branco.

O FCOH deslocou-se ao rival Tourizense e perdeu por 3-1. Um resultado que interessa mais ao Touriz que procura ainda a manutenção, enquanto a equipa oliveirense já tem esse problema resolvido. A última jornada vai ser decisiva e tem um jogo de galos entre Sourense e Tourizense na procura ainda de um lugar neste campeonato.

Já o FCOH recebe o Pampilhosa.

O Lagares da Beira fechou o campeonato com uma vitória por 2-0 frente ao Cova-Gala, e na 12ª posição, posição esta que pode ainda fazer descer a equipa para a Distrital da 1ª Divisão

PS desafia José Carlos Alexandrino para recandidatura municipal em 2017

Passados apenas 18 meses de mandato autárquico, o Partido Socialista não tem dúvidas de que quer continuar a contar com o atual presidente da Câmara de Oliveira do Hospital. Concelhia e distrital desafiam por isso José Carlos Alexandrino a uma nova recandidatura municipal.


No fórum das freguesias /convenção autárquica realizada no sábado, na Liga de Amigos da Lajeosa, destinado a fazer um balanço da governação socialista em Oliveira do Hospital, acabou por sobressair o apoio e a confiança que o partido deposita no presidente da autarquia José Carlos Alexandrino. Num segundo mandato autárquico que fica marcado pelo resultado histórico conseguido em sufrágio e que possibilitou a eleição de seis vereadores para a Câmara, José Carlos Alexandrino continua a ser o preferido do partido para uma recandidatura municipal.

A participar no encontro dos socialistas do concelho que ficou marcado por uma forte mobilização de militantes e simpatizantes do partido, o presidente da Federação do PS de Coimbra elogiou o trabalho feito pelo conjunto dos eleitos do PS no concelho. Porém, foi sobre o “líder” José Carlos Alexandrino que Pedro Coimbra centrou maior atenção, não apenas para lançar um olhar positivo sobre o caminho percorrido, mas sobretudo para desafiar o autarca olieveirense a entrar na corrida para um terceiro mandato autárquico, porque as obras que disse ter intenção de fazer no concelho não se fazem em dois anos, “Quer isto dizer que vamos ter presidente da Câmara para mais seis”, referiu.


Certo de que o PS é a melhor solução para a governação do concelho, o líder concelhio do partido está igualmente confiante de que o PS vai continuar a ser poder em Oliveira do Hospital. A reiterar a confiança em José Carlos Alexandrino, Carlos Maia disse esperar que tal venha a acontecer com o atual autarca. “Assim ele o queira e irá continuar a ter grandes companheiros de luta”, referiu o líder dos socialistas.


A fazer um balanço de "mão cheia" do trabalho desenvolvido nos quase seis anos de governação municipal, José Carlos Alexandrino lançou também um olhar sobre o passado, criticando os que agora tentam passar uma borracha sobre o passado e que foram responsáveis por uma “atraso de 20 anos” no concelho.

Com orgulho, o autarca olha para o trabalho feito por si e sua equipa e em particular para o ambiente de "porta aberta". “Fizemos mais em cinco anos do que eles fizeram toda a vida”, verificou o autarca elencando o conjunto de obras realizadas, a amortização de empréstimos e a boa captação de financiamento comunitário que possibilitou fazer face à redução das verbas provenientes das transferências do Estado.

Oliveira do Hospital: Funcionária investigada por alegado abuso de funções na Conservatória

Uma conhecida funcionária da Conservatória de Oliveira do Hospital está a ser investigada por alegado abuso de funções, encontrando-se mesmo suspensa naquele serviço.


Em causa está, segundo avança o Jornal Folha do Centro na sua edição online, o alegado recebimento de dinheiro indevido por parte dos utentes da Conservatória, num valor ainda não quantificado. De acordo com aquele jornal, a funcionária, com a categoria de segunda ajudante da Conservatória do Registo Predial, solicitaria às pessoas pagamento “à cabeça” dos processos. Para além disso, a mulher também cobraria “dinheiro a mais” pelos serviços que prestava enquanto ajudante de conservatória.

As situações, algumas reportadas pelos próprios utentes, motivaram uma inspeção por parte do Instituto Nacional dos Registos e Notariado que acabou por instaurar um processo disciplinar sobre a funcionária e o seu afastamento pelo período de três meses.

Segundo o mesmo jornal, o caso não afeta os demais profissionais da Conservatória, entidade sobre a qual “não recai qualquer suspeita”. 

Adeptos benfiquistas festejaram mais um titulo em Oliveira do Hospital (Atualizada)

Uma verdadeira enchente tomou, ontem, conta da rotunda do cavaleiro e artérias envolventes, em Oliveira do Hospital, para comemorar a conquista do título pela equipa da Luz.

 

Aconteceu assim logo após o final do jogo entre o Benfica e o Vitória de Guimarães, onde apesar do empate sem golos marcados, foi possível apurar o vencedor do campeonato nacional de futebol. A sagrar-se bi campeão, o Benfica garantiu o 34º título de campeão nacional.

 

Desde meio da última semana que a rotunda do cavaleiro se encontrava “reservada” para a festa dos benfiquistas. Festejos que acabaram por acontecer com várias centenas de adeptos a concentrarem-se naquela zona de acesso ao centro da cidade oliveirense, com alguns deles e subirem mesmo à estátua do cavaleiro. A cor vermelha e palavras de ordem foram uma constante. Os festejos decorreram noite dentro, com vários adeptos a percorrem de carro algumas artérias da cidade e do concelho. Pese embora alguns excessos, os festejos decorreram sem sobressaltos em Oliveira do Hospital. Em vários pontos do país houve incidentes a registar. Em Lisboa, na rotunda do Marquês a festa acabou mesmo devido aos confrontos. Em Guimarães também houve vários desacatos, envolvendo os adeptos do Benfica. 

Futebol nas últimas jornadas do campeonato

Jogam-se este fim de semana os penúltimos jogos do Campeonato Nacional de Seniores, fase de subida e manutenção.

O Nogueirense, que alcançou bem cedo o seu objectivo, tenta agora  a melhor classificação possível numa fase em que só os dois primeiros podem sonhar em subir. 

Aqui, e muito bem, João Pires técnico da equipa de Nogueira do Cravo, tem feito um percurso sossegado dando mais minutos de jogo e oportunidades a jogadores mais novos e da formação, que podem, e serão certamente uma mais valia para o plantel da próxima época, sem que isso  tirasse demasiada competitividade na equipa. 

Agora o Nogueirense recebe o Caldas este domingo e fecha o campeonato em casa do Benfica de Castelo Branco.

Na fase de manutenção, o FCOH conseguiu já assegurar esse seu objectivo, com Tó Margarido a sair de seguida do comando técnico da equipa, segundo a direcção do clube, "isto já estava previsto quando veio para o Oliveira", tendo agora que se deslocar ao Tourizense que ainda não tem a manutenção assegurada e necessita de pontuar, recebendo depois na última jornada o Pampilhosa.

Já no Distrital de Honra da AFC, o campeonato fecha este domingo com o Lagares da Beira a receber o Cova- Gala e a manutenção já também garantida.

Alunos envolvidos em jornadas de teatro escolar

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital dinamiza esta sexta feira e sábado, 15 e 16 de maio, a oitava edição do “Dramatizando” - Jornadas de Teatro Escolar durante as quais os alunos do concelho vão apresentar pequenas peças de teatro.


 A iniciativa é promovida com o apoio das Bibliotecas Públicas Municipais, do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital e da EPTOLIVA– Escola Profissional de Tábua e Oliveira do Hospital.

 As Jornadas de Teatro Escolar têm nesta sexta feira, 15 de maio, às 20h30, na Casa da Cultura César Oliveira e nessa noite serão apresentadas quatro peças de teatro. No dia seguinte, 16 de maio, à mesma hora o palco volta a ser dos alunos que apresentarão mais seis peças de teatro. No total serão apresentadas 10 peças de teatro, com a duração entre os 10 e os 60 minutos, e que têm o envolvimento de cerca de 130 participantes, na sua maioria alunos do concelho que foram orientados por 14 professores. O evento conta com a participação de alunos dos vários níveis de ensino, desde o 1.º ciclo ao ensino profissional envolvendo assim o Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital e a EPTOLIVA aos quais se junta uma peça apresentada pela Oficina Municipal de Teatro.

A Câmara Municipal de Oliveira do Hospital pretende incentivar e desenvolver nas crianças e jovens o gosto pela expressão dramática, para além de valorizar o trabalho e esforço dos professores em cativar e preparar os alunos para este tipo de atividades. 

 Ivo Mota Veiga apresenta “Visões” na Casa da Cultura César Oliveira

Está patente na Casa da Cultura César Oliveira a exposição de pintura “Visões” de Ivo Mota Veiga que pode ser visitada até ao final do mês de maio. São mais de duas dezenas de peças entre acrílicos sobre tela, óleos pastel sobre tela e algumas peças de recicl-art que podem ser apreciadas pelo público visitante.


Ivo Mota Veiga, que nasceu em Luanda em 1975, reside em Seia e participa há vários anos em exposições quer individuais quer coletivas pelo país, nomeadamente em Seia, Oliveira do Hospital, Góis, Amadora, Mêda, Loriga, e no estrangeiro como a presença na Exposição Internacional de Arte Postal na República Checa. Com formação profissional em Design Industrial, Ivo Mota Veiga conta ainda no currículo com vários prémios e menções honrosas em concursos.

“Visões” transmite “sentimentos, vivências, sonhos, anseios, devaneios, alegrias e tristezas”. Para além das telas que integram esta exposição, o artista apresenta também alguns candeeiros “elaborados através da temática reciclagem”.

Café Central reabre dia 1 de junho com nova empresa concessionária

Fechado desde o final do mês de abril, o Café Central localizado no Largo Ribeiro do Amaral, em pleno centro da cidade de Oliveira do Hospital vai reabrir no dia 1 de junho. Nos próximos três anos, a exploração do espaço vai estar a cargo da Positivauto, empresa que venceu o concurso público de exploração do espaço promovido pela Câmara Municipal.


Propriedade da autarquia, o Café Central prepara-se para um novo período de concessão. Por agora decorrem obras de conservação do espaço, esperando o presidente da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital que o espaço localizado na zona nobre da cidade reabra no início do mês de junho. “É um espaço importante para a cidade e precisamos dele aberto o mais depressa possível”, afirmou José Carlos Alexandrino à Rádio Boa Nova.

 Anteriormente concessionado às empresas Fertavending e Alves Rewta, ambas com ligações ao grupo Tavfer, o Café Central passa agora para a responsabilidade da empresa Positivauto Unipessoal,Lda que se propôs ao pagamento de uma renda mensal do espaço de 1.079 Euros, acrescidos de IVA. Na base da deliberação de concessão esteve o critério único do mais elevado preço, tendo aquela empresa sido a que avançou com a melhor proposta. Em segundo lugar no concurso ficou a proposta apresentada por Gilberto com o valor de 1012,50 Eutos (mais IVA). Com o valor de 899 Euros (mais IVA), a proposta apresentada pelos Espíritos Club não chegou a ser considerada por falta de documentação.

Construído por ocasião da requalificação urbana da cidade de Oliveira do Hospital, o Café Central é local de paragem de muitos oliveirenses, sendo sobretudo apetecível com a chegada do calor pelo facto de dispor de uma esplanada de dimensão considerável. Ao lado está localizado um parque infantil.

Do historial do Café faz, contudo, parte um processo judicial decorrente de queixas da primeira empresa concessionária relativamente a defeitos de construção do espaço. Por alegados prejuízos, a empresa Fertavending entrou em incumprimento no pagamento de rendas. O caso terminou com acordo entre a empresa e o município. 

Câmara de Nelas avança com construção de ETAR em Canas de Senhorim

Foi assinado no passado dia 12 de maio, entre o Município de Nelas e a empresa Lopes & Irmãos, Lda. um contrato de empreitada para a construção de uma nova ETAR em Canas de Senhorim. Inserida numa candidatura aos fundos comunitários do POVT - Programa Operacional Valorização do Território, esta obra é comparticipada em 85% num investimento total de 1 milhão de euros, cujo volume de construção civil e de equipamentos é de 484.910.44 Euros.


A nova ETAR vai servir cerca de três mil habitantes de efluente doméstico, implicando a construção do coletor a partir da Rua da Estação, sendo o tratamento secundário constituído por arejamento prolongado com recirculação de lama ativadas.  Com a construção desta ETAR e da futura ETAR Urbana de Nelas, ficam servidos nove mil dos 14 mil habitantes do concelho em termos de efluente doméstico, ficando garantido o tratamento da Zona Industrial I e Chão do Pisco em termos industriais.

Segundo informações disponíveis, está prevista nos próximos meses, a abertura dos avisos a este Quadro Comunitário de Apoio para a construção das ETAR’s nas restantes freguesias do Concelho de Nelas, estando já em andamento os projetos, garantindo assim o financiamento comunitário e municipal para a execução das mesmas.

Para o presidente da Câmara, José Borges da Silva, os investimentos em infraestruturas de saneamento são uma prioridade da Autarquia de forma a dotar todo o concelho com equipamentos que garantam a melhoria do meio ambiente e da qualidade de vida dos munícipes.  

PS de Oliveira do Hospital realiza Fórum das Freguesias

O Partido Socialista de Oliveira do Hospital organiza no próximo sábado, dia 16 de Maio, na Associação de Amigos da Lajeosa, o Fórum das Freguesias/ Convenção Autárquica 2015.


Na iniciativa que vai contar com os autarcas eleitos pelo PS aos diversos órgãos autárquicos concelhios para um “primeiro balanço político dos 18 meses de governação autárquica”, vão estar também a análise aos resultados da política de descentralização de competências para as freguesias, com a reconhecida transferência de meios financeiros, que o atual executivo camarário tem vindo a implementar durante a sua governação.

No Fórum outros temas da agenda pública serão debatidas, nomeadamente o acesso aos fundos comunitários do Portugal 2020, o acesso aos cuidados de saúde, as acessibilidades rodoviárias, ou a perda de serviços públicos, entre outros temas. Será igualmente um momento para recolha de novas ideias e projetos inovadores para  reforçar de intervenção municipal em parceria com as freguesias.

Sob o lema “União e Confiança para continuar a Servir Oliveira do Hospital”, o Fórum das Freguesias/Convenção Autárquica 2015, será um espaço de discussão aberto a todos os militantes e simpatizantes do projeto político apresentado pelo PS nas eleições autárquicas de 2013, aberto à participação da população, que contará também com a presença de dirigentes locais, distritais e nacionais do PS. Tem início às 17h30, com um debate aberto aos participantes, ao qual se segue um jantar, com intervenções políticas, na sede da Associação dos Amigos da Lajeosa.

 

Hortas Solidárias em Oliveira do Hospital

Na cidade de Oliveira do Hospital estão a nascer Hortas Solidárias ao abrigo do projeto “Ideias LeguminOHsas” que tem como parceiros fundadores a Obra D. Josefina da Fonseca, o Município de Oliveira do Hospital, a Cooperativa Agro-Pecuária da Beira Central, a Associação BLC3 – Plataforma para o Desenvolvimento da Região Interior Centro com a colaboração do Serviço Local da Segurança Social, do Balcão de Atendimento de Oliveira do Hospital do Instituto de Emprego e Formação Profissional.

As Hortas Solidárias de Oliveira do Hospital são parcelas de terreno divididas para utilização individual situadas na Quinta da Seara (cidade de Oliveira do Hospital) e que serão cedidas, de forma gratuita e por tempo determinado, aos interessados na criação de uma horta.

As candidaturas a um terreno agrícola gratuito estão a decorrer até 22 de maio junto da Obra D. Josefina da Fonseca. As Hortas Solidárias de Oliveira do Hospital visam reforçar o apoio social às famílias mais desfavorecidas do concelho, complementar fontes de subsistência alimentar das famílias, desenvolver hábitos alimentares saudáveis e preservar práticas agrícolas com cariz biológico e tradicional.

A concretização do projeto foi possível devido à aprovação de uma candidatura promovida pela Obra D. Josefina da Fonseca em parceria com a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital ao Projeto “Mais para Todos” da SIC Esperança/Lidl.

Autarca oliveirense esclarece polémica das “contas” municipais

O presidente da Câmara de Oliveira do Hospital aproveitou, esta manhã, a reunião pública do executivo, para esclarecer a polémica em torno das contas levantada pelo destituído presidente da Assembleia Municipal que, recentemente, chamou a atenção para o “desaparecimento de trezentos e tal mil Euros”.


No arranque dos trabalhos, José Carlos Alexandrino incumbiu o diretor do Departamento e Gestão do município para clarificar o assunto. A confirmar a correção das contas – 746.833,84  Euros em disponibilidades à data de 31 de março -  João Mendes explicou que “o desaparecimento”  referenciado pelo deputado municipal decorre de “erro de utilização”, pelo facto de António Lopes “não usar o mesmo período temporal do utilizado para o apuramento do referido saldo da receita”.   

O caso remonta à última reunião da Assembleia Municipal, realizada a 30 de abril, no decorrer da qual António Lopes chamou a atenção para o “desaparecimento” daquele valor, criticando o papel dos demais deputados naquele órgão. “Vocês sabem o que andam aqui a fazer? Então desaparecem 300 e tal mil Euros e ninguém fica preocupado”, chegou a afirmar António Lopes, que considerando estar diante de “um caso de polícia” disse ter intenção de na segunda feira seguinte apresentar o caso ao ministério Público.

"Suspeições" em torno das contas que não caíram bem junto do presidente da Câmara Municipal que, esta manhã e sem nunca referir o nome de António Lopes, teceu duras críticas aos que “inventam números” numa estratégia de “ confundir, baralhar e aldrabar”. A acusar o deputado de “mentir constantemente”, José Carlos Alexandrino assegurou não ser “parecido” com “essa gente”. Contra aqueles “comportamentos miseráveis”, o autarca apontou ainda o dedo ao jornal Correio da Beira Serra, com ligações a António Lopes, condenando o jornalismo que ali é praticado, onde “a verdade não importa e importa apenas a verdade do dono”. 

Coimbra: Funcionária de hospital acusada de crime continuado de abuso de poder

O Ministério Público (MP) acusou uma funcionária do Centro Hospitalar de Coimbra, entretanto despedida, de abuso de poder e corrupção passiva, sendo suspeita de ter afetado mais de 40 utentes em processos de pedidos de reforma antecipada.


Segundo o despacho de acusação do MP, a ex-funcionária, que trabalhava como assistente operacional no Gabinete de Informação Clínica, terá proposto a mais de 40 utentes os seus serviços, designadamente em pedidos de reforma antecipada, mediante o pagamento de quantias de montante variável, que poderiam atingir o valor de duas ou três prestações da pensão da reforma que viesse a ser atribuída. Os montantes variavam entre os 100 e os 1500 Euros.

A arguida, que vai começar a ser julgada na segunda-feira, no Tribunal de Coimbra, é acusada de um crime continuado de abuso de poder, um crime de corrupção passiva, um crime de extorsão, um crime de concussão (funcionário público que no exercício das suas funções recebe vantagem patrimonial que lhe não seja devida) e cinco crimes de tráfico de influência.

Ao todo, o Ministério Público identificou 46 utentes que terão sido vítimas deste esquema, em que a funcionária poderá ter adquirido mais de dez mil euros. O procurador do MP, inicialmente, acusou a funcionária de 45 crimes de abuso de poder, que passaram a ser apenas um crime continuado de abuso de poder, após decisão do Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Coimbra. A ex-funcionária está apenas sujeita a termo de identidade e residência.

Com:noticiasaominuto.com

Loriga: PJ deteve idoso e mulher por suspeita de abuso sexual de menina de 9 anos

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou hoje a detenção em Loriga, no concelho de Seia, de um homem e de uma mulher suspeitos da "prática continuada" dos crimes de lenocínio e de abuso sexual de menor.


Segundo um comunicado do Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda, os dois detidos são um homem de 74 anos, sapateiro de profissão, e uma mulher de 48 anos, mãe da vítima que à data do início dos factos tinha 9 anos de idade. "Os crimes foram cometidos, com o favorecimento da progenitora da menor que, para esse efeito, se deslocava com a criança à residência do suspeito", adianta a nota. Fonte policial disse à agência Lusa que o detido "dava dinheiro à menina, que entregava à mãe, e também chocolates e bombons". A menor, que tem agora 11 anos, denunciou os alegados abusos na instituição onde foi acolhida após ter sido retirada aos pais, acrescentou.

De acordo com a fonte, em outubro do ano passado a criança foi colocada numa instituição após suspeita de que acompanharia a mãe a casa do detido, onde aquela se dedicaria a práticas sexuais, tendo revelado mais tarde a verdadeira situação. Os detidos vão ser presentes ao tribunal da Guarda para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Alexandre Honrado em destaque no “Eu leio, tu lês, ele escreve” da Rádio Boa Nova  

No espaço dedicado aos livros e aos autores da Rádio Boa Nova, Fernando Roldão e Rosa Simões estiveram esta manhã à conversa com Alexandre Honrado.


A rubrica  “Eu leio, tu lês , ele escreve” deu hoje destaque ao conhecido escritor ,essencialmente de literatura infantil e juvenil e que já recebeu vários prémios e meções honrosas. Autor de, por exemplo, “Uma Chuvada na Careca”, “O Vizinho Misterioso” e “História dentro de uma garrafa”, Alexandre Honrado prepara-se para marcar presença na próxima edição da Feira do Livro de Lisboa onde vai apresentar o seu mais recente trabalho. Do currículo do autor faz também parte a colaboração na preparação do famoso programa “Rua Sésamo”, bem como a criação de letras de músicas de telenovelas.

“Eu leio, tu lês, ele escreve” acontece quinzenalmente, às quartas -feiras, a partir das 11h00, com repetição às sextas-feiras, às 21h00.

Nelas aposta na requalificação patrimonial dos sítios arqueológicos

Numa ação conjunta entre o Município de Nelas, através do seu gabinete do património, as Juntas de Freguesia e com o acompanhamento técnico da Direção Regional da Cultura do Centro, está a ser desenvolvido um projeto de requalificação patrimonial de sítios arqueológicos no concelho, que teve início com a georeferenciação dos sítios arqueológicos inventariados e faseadamente irá ser executada a limpeza destes locais bem como a prospeção de novos sítios arqueológicos para atualizar a base de dados existente.


De forma a preservar o vasto e rico património concelhio, a própria população é neste sentido alertada para a necessidade de conservar estes sítios arqueológicos de épocas distintas, nomeadamente pré-história, época romana e medieval, onde se inserem dólmens, lagaretas e sepulturas escavadas na rocha entre outros.

O objetivo destas ações é tornar visitáveis estes locais de inegável interesse histórico e, assim, potenciar o turismo cultural nesta área, através da realização de caminhadas e passeios culturais, bem como da sensibilização para a preservação destes importantes vestígios por parte da população.

A etapa seguinte será a colocação de sinalética específica nos locais com maior relevância, sendo um dos objetivos da autarquia a implementação de uma rede de percursos pedestres, através de candidaturas neste quadro comunitário.

Triatlo: Rafael Gomes cada vez mais perto do campeonato do mundo no Hawai

O atleta de triatlo Rafael Gomes, residente em Oliveira do Hospital, está de partida para o Ironman de Lanzarote que se realiza a 18 de maio. Na mira do atleta está o campeonato do mundo de triatlo, no Hawai.


Há vários anos praticante da modalidade de triatlo, o jovem Rafael Delaunay Gomes está prestes a cumprir o sonho de disputar o campeonato do mundo da modalidade. Trata-se do Ironman que acontece no próximo mês de outubro, no Hawai. Para que tal aconteça, Rafael Gomes luta pela qualificação no Irnoman de Lanzarote, que se disputa a 18 de maio e envolve 4 quilómetros a nadar, 180 quilómetros de bicicleta e 42 quilómetros a correr .


No programa Alô Bom Dia da Rádio Boa Nova, conduzido por Fernando Roldão, o atleta explicou que a qualificação para o Hawai obriga a que, na prova de Lanzarote,  fique classificado nos cinco primeiros lugares do seu escalão. A caminho de Espanha, Rafael Gomes revela-se confiante numa boa prestação em Lanzarote, certo porém de que “os imprevistos “ também acontecem.


Enquanto luta pela concretização do sonho maior que é o campeonato do mundo do Hawai, o atleta é também responsável pela dinamização da prática de triatlo no concelho de Oliveira do Hospital. No projeto do Clube Atlético, o jovem já conta com um grupo de 12 jovens a praticar triatlo. “Quem goste de correr, pedalar e nadas que se venha juntar a nós”, desafiou.

PSP está a investigar jovens que agridem colega em vídeo

A PSP da Figueira da Foz está já a investigar as agressões de que um jovem foi vítima por parte duas raparigas que se fizeram acompanhar por mais pessoas.

 

O vídeo, recorde-se, tem cerca de 13 minutos e mostra as agressões gratuitas de duas raparigas a um jovem que não tem como se defender, por estar em desvantagem numérica. Apesar de ter sido divulgada na terça-feira, a gravação foi feita há cerca de um ano junto a um conjunto de prédios situado no Bairro Novo, na Figueira da Foz. Nas imagens vê-se não só a vítima, hoje com 17 anos, e as duas agressoras – uma das quais tem atualmente 15 anos –, mas também um rapaz que assiste à cena sem intervir. A assistir está também a pessoa que grava a cena. Nas redes sociais multiplicam-se os comentários de indignação e de apelo para que as autoridades não deixem passar estas ações em branco.

Fonte:noticiasaominuto.com

Debate “Educar – Um Ato de Amor” em Oliveira do Hospital  

Realiza-se na próxima quinta-feira, 14 de maio, o debate/mesa redonda “Educar – Um Ato de Amor” organizada pela Obra D. Josefina da Fonseca em parceria com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de Oliveira do Hospital, a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Oliveira do Hospital (ESTGOH) e BLC3 – Plataforma de Desenvolvimento da Região Interior Centro.


A sessão terá início às 21h00 no Auditório da Caixa de Crédito Agrícola, em Oliveira do Hospital, e contará com a presença de vários palestrantes: Vera do Vale, docente da Escola Superior de Educação de Coimbra; José Carlos Garrucho, psicólogo e terapeuta familiar; Alexandra Garcia, enfermeira da Equipa Saúde Comunitária da UCC Pinheiro dos Abraços. A moderação desta mesa redonda estará a cargo do presidente da CPCJ de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo.

A sessão insere-se no plano anual de atividades da instituição Obra D. Josefina da Fonseca que tem vindo a dinamizar encontros temáticos relacionados com a infância sendo que nesta mesa redonda conta com a colaboração estreita de outras entidades, quer nos contactos para o painel de oradores quer na própria realização da mesma.

O objetivo, como referem, passa também por envolver entidades que se preocupam com a educação e questões relacionadas, sendo que a sessão “Educar – Um Ato de Amor” é dirigida a pais, educadores e professores e outros profissionais relacionados com a educação mas também ao público em geral, uma vez que irá abranger conteúdos que interessam a toda a comunidade e fomentar o diálogo e troca de saberes e experiências.

FNAPF quer “mais empenho” do Governo no combate ao nemátodo do pinheiro   

O presidente da Federação Nacional das Associações de Proprietários Florestais, Vasco Campos, alertou para a ameaça do desaparecimento do pinheiro bravo “adulto” em Portugal, caso as autoridades com responsabilidades no setor florestal, não coloquem “mais empenho” no combate à doença da murchidão do pinheiro.


O apelo foi deixado no decorrer da Expoflorestal, em Albergaria à Velha, onde a FNAPF,  aproveitou para fazer a pré apresentação daquele que é o primeiro livro publicado em Portugal sobre este tema, realizado em coautoria com várias entidades cientificas e académicas, tendo sido financiado no âmbito do PRODER (Acção 4.2.2 “Redes Temáticas de Informação e Divulgação”). A apresentação prévia contou com a presença de autores e editores, que foram unânimes em considerar esta publicação “inédita” não só em Portugal, como no resto da Europa – a versão final do projecto contempla ainda uma versão em inglês , um guia de campo, um filme, dois panfletos e um cartaz - compilando informação técnica e científica, que tem como objetivo dar um forte contributo para o conhecimento de uma doença que constitui, neste momento, uma das principais ameaças à fileira do pinho em todo o espaço europeu. Preocupado “com a dimensão que o problema atingiu em Portugal e com a forma como se está a expandir”, Vasco Campos não tem dúvidas que “se nada for feito, o pinheiro bravo adulto, como sempre o conhecemos, vai acabar".


Pretendendo com este livro trazer para “a discussão pública” a problemática do nemátodo, porque “até agora não havia nenhum trabalho com esta profundidade”, o presidente da FNAPF congratulou-se com a articulação mantida ao longo de mais de três anos, entre os vários parceiros, nomeadamente a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra, o INIAV (Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária) e a Escola Superior Agrária de Coimbra, agradecendo ainda o apoio do ICNF (Instituto de Conservação da Natureza e Floresta) e do Grupo Portucel que, apesar de estar ligado à fileira do eucalipto, foi a entidade que mais se mostrou recetiva a apoiar o projeto.

Apesar do seu teor científico, a publicação – 1500 exemplares - é dirigida a um grupo-alvo bastante alargado, e cuja leitura é recomendada a todos os proprietários florestais e até a “curiosos” que queiram saber um pouco mais sobre este tema. 

“PãoDetox” vence Concurso Municipal de Ideias de Negócio em Oliveira do Hospital

 “PãoDetox” foi o projeto vencedor na final do Concurso Municipal de Ideias de Negócio, realizada no dia 8 de maio, em Oliveira do Hospital. A iniciativa é promovida no âmbito do projeto “Empreendedorismo nas Escolas – Educação Empreendedora” desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIMRC) em estreita parceria com os municípios seus constituintes.


 Na final, realizada na Casa da Cultura César Oliveira, a vitória sorriu aos alunos Marta Filipa Trindade e João Diogo Rodrigues que apresentaram ao júri a sua ideia de negócio inovadora, o “PãoDetox”. A ideia consiste na criação de um pão colorido inovador, recorrendo a recycling food, a partir de antocianinas provenientes da fruta e legumes da região, e os promotores da ideia pretendem assim desenvolver um novo conceito de comida rápida e completa, cuja dose recomendada de proteínas, lípidos, hidratos de carbono, fibras e sais minerais estão contidas num pão ou em duas fatias de pão. Apresentado como inovador e apelativo pela cor e com valor nutricional completo, o “PãoDetox”, destes alunos do 2.º ano do curso Técnico de Design, variante Design de Equipamentos, na EPTOLIVA, convenceu o júri e deu-lhes o passaporte para representar o Município de Oliveira do Hospital na final da CIM da Região Centro. A sessão irá realizar-se no dia 30 de maio em Tábua e aí estarão os 19 projetos provenientes de cada um dos municípios constituintes desta CIM.

Em segundo lugar, com a mesma pontuação, ficaram classificados os projetos: “Hambúrguer de Cavala” das alunas Cátia Isabel Azevedo e Tatiana Isabel Pinheiro que frequentam o curso Profissional Técnico de Restauração Variante de Cozinha e Pastelaria, 11.º G, na Escola Secundária do Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital; e “Mikas Marmitas” do aluno Micael Alexandre Pereira, do 2.º ano do curso Técnico de Design, variante Design de Equipamentos, na EPTOLIVA. O primeiro visa a criação de um Hambúrguer de Cavala valorizando este peixe através da sua exploração culinária num conceito diferenciador; e o segundo projeto consiste no desenvolvimento de uma linha de produtos térmicos energeticamente eficientes, usando o poder isolante da cortiça e do roofmate (resíduos sólidos).

O júri – constituído por José Francisco Rolo, vice-presidente do Município; Miguel Ventura, presidente da ADIBER; e João Nunes, da direção da BLC3 – deliberou ainda atribuiu o terceiro lugar à ideia de negócio “Teleconfort” que visa desenvolver kits eletrónicos inteligentes e de baixo custo que serão instalados em sistemas convencionais para os tornar mais eficientes e de modo a serem controlados à distância. Um projeto defendido por Ricardo Filipe Peres e Rúben Filipe Quintino alunos do 3.º ano do curso Profissional Técnico de Manutenção Industrial, variante Mecatrónica Automóvel, na EPTOLIVA.

Nesta final do Concurso Municipal de Ideias de Negócio em Oliveira do Hospital foram defendidas nove ideias de negócio que envolveram a participação de 19 alunos do ensino secundário e profissional.  O presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino, deu os parabéns aos alunos participantes e agradeceu “aos professores que os acompanharam bem como a direção das escolas”, frisando que “hoje são todos vencedores porque tiveram a coragem de participar neste concurso de ideias de negócio”.

Oliveira do Hospital com a maior taxa de execução do QREN entre os municípios da CIM-Região de Coimbra

Oliveira do Hospital é o Município da CIM-Região de Coimbra com a maior taxa de execução dos fundos comunitários provenientes do QREN-Programa Operacional Regional do Centro- Mais Centro, informa a autarquia em comunicado enviado à Rádio Boa Nova.


Com uma taxa de realização física e financeira de 99,29 por cento – em ex aequo com outro município do distrito de Viseu –, numa avaliação feita em 19 de março deste ano à execução do QREN 2017-2013 nos 19 municípios que integram aquela comunidade intermunicipal, Oliveira do Hospital destaca-se também por estar entre os cinco municípios daquela CIM com maior volume de comparticipação financeira no conjunto dos projetos candidatados ao QREN e que traduz um investimento em projetos aprovados e realizados de 12.834.462,06 milhões de euros, com uma comparticipação de 9.734.056,05 €.

Entretanto, e dentro do QREN, que foi prolongado até 31 de dezembro deste ano, a Câmara Municipal de Oliveira do Hospital (CMOH) candidatou recentemente, para aprovação em overbooking, o projeto do Mercado Municipal e Central de Camionagem, assim como a empreitada relacionada com a “Beneficiação da Estrada Municipal nº 517, entre Lourosa e o limite do concelho de Arganil, Barril do Alva.

“Este aproveitamento de fundos comunitários não tem paralelo com qualquer outro quadro comunitário de apoio anterior, quer ao nível do volume de investimento, quer essencialmente pelo elevado valor de comparticipação obtido”, verifica o município que , por esta altura se concentra “na definição da estratégia para aceder aos fundos comunitários do Programa Portugal 2020”.

Atendendo a que Oliveira do Hospital “é um dos 31 eixos urbanos com enquadramento específico na política de cidades e na regeneração urbana”, o município encontra-se já a definir a ARU- Área de Reabilitação Urbana e o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano, “que se encontra neste momento em fase adiantada de elaboração”. 

Nogueira do Cravo ameaça sair à rua para exigir médico de família para 3500 utentes

Depois de Lagares da Beira, também a freguesia de Nogueira do Cravo, no concelho de Oliveira do Hospital ameaça sair à rua para exigir médico de família. A falta de médico arrasta-se há três meses e afeta 3500 utentes.


 A afetar todo o concelho de Oliveira do Hospital, o problema da falta de médicos está a deixar desesperadas as populações e responsáveis locais. O mais recente sinal de alerta partiu de Nogueira do Cravo, com o presidente da Junta de Freguesia, a ameaçar com a realização de uma manifestação semelhante à verificada em Lagares da Beira com o objetivo de alertar para o problema e exigir a colocação de clínicos na freguesia e no concelho. Em reunião da última Assembleia Municipal, Luís Nina referiu que a situação já se arrasta há três meses deixando cerca de 3500 utentes sem médico de família. Uma situação que “nunca aconteceu” em Nogueira do Cravo. Ameaça por isso que também o povo de Nogueira do Cravo sairá à rua, porque “promessas leva-as o vento”. O autarca não deixa de apreciar o empenho do presidente da Câmara de Oliveira do Hospital na resolução do problema.

 Uma posição que não cai bem junto do grupo social democrata na Assembleia Municipal. Nuno Vilafanha não tardou em defender o governo que “não tem culpa que não haja tantos médicos”, verificando de igual modo que o problema da falta de médicos também afeta outras localidades. O deputado social democrata garante fazer a sua parte na resolução do problema porque também não tolera cortes na saúde. Entende que “não se pode andar com demagogias, sabendo que não existem médicos, nem recursos para isso”.

Em reunião da Assembleia Municipal, o presidente da Câmara renovou a sua confiança no projeto “revolucionário” que está a ser preparado para o concelho de Oliveira do Hospital, deitando por terra a ideia de que o objetivo é o de privatizar a saúde no concelho. Pretende, antes, que “todos os oliveirenses tenham acesso à mesma saúde, independentemente de serem ricos ou pobres”. José Carlos Alexandrino assegurou que os custos da saúde continuarão a ser suportados pelo Estado, estando por isso em conversações com o secretário de Estado da Saúde. Até lá, o autarca não vê facilitada a tarefa de colocação de médicos no concelho. A dar como garantida a vinda de dois médicos para o Centro de Saúde local, José Carlos Alexandrino anunciou também a desistência de uma médica de Aveiro que chegou a assinar contrato com a ARS Centro, mas que optou pela emigração.  

Tó Margarido deixa o comando do Futebol Clube de Oliveira do Hospital

O técnico que, no passado mês de março, sucedeu a Gil Couto no comando do Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) já não é o treinador da equipa. Tó Margarido cumpre assim a sua vontade de deixar o clube no momento em que a manutenção no campeonato nacional de seniores está assegurada.

 

O anúncio da saída de Tó Margarido foi feito pela direção do FCOH através da sua página do facebook. Adianta o clube que “na base da decisão está um acordo de cavalheiros (a pedido do treinador) entre a direção e o treinador, aquando a assinatura do contrato, em que a sua saída seria consumada no momento em que matematicamente a manutenção estivesse garantida”.

Em face da saída de Tó Margarido, a direção do FCOH deixa “o seu apreço e respetivo agradecimento público pela dedicação e profissionalismo evidenciados, expressando votos sinceros de sucesso pessoal a Tó Margarido”.

A dois jogos do final da época desportiva, a equipa senior do FCOH fica sob o comando de Ivo Carvalho. 

EPTOLIVA presente na final do CanSat Portugal 2015

A equipa “Fast ao espaço” da EPTOLIVA, constituída por alunos do 2º ano do Curso Técnico de Eletrónica, Automação e Comando, foi selecionada à final da competição CanSat Portugal 2015, que decorreu nos dias 2 e 3 de maio, no Aeródromo da Praia de Santa Cruz, em Torres Vedras.


O CanSat Portugal é um projeto educativo da Agência Espacial Europeia (ESA), organizado em Portugal pelo Centro AeroEspaço do Aeroclube de Torres Vedras, em cooperação com a  Ciência Viva - Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, com o objetivo de proporcionar aos estudantes portugueses a primeira experiência em projetos relacionados com a tecnologia aeroespacial.

Os alunos foram convidados a projetar e a construir um modelo funcional de um microssatélite (CanSat), em que os sistemas base (antena, bateria e sensores) são integrados no volume equivalente ao de uma lata de refrigerante. Num ambiente de grande o entusiasmo, seguiu-se a fase do lançamento, de uma altura de 1000 metros, para que durante a descida fossem recolhidos dados científicos, tal como num verdadeiro projeto espacial.

Os elementos do júri, representantes das universidades portuguesas, da ESA, da Ciência Viva e da indústria aeroespacial portuguesa, destacaram o grande envolvimento dos alunos da EPTOLIVA nesta competição, pela sua capacidade de trabalho em equipa, empenho e dedicação. A nível pedagógico, esta missão experimental “foi muito importante, uma vez que implicou uma aprendizagem baseada na resolução de problemas, na troca de informações e experiências, potenciando a aplicação prática de conhecimentos adquiridos ao longo da formação escolar”. A EPTOLIVA contou ainda com o apoio da BLC3 no desenvolvimento deste projeto

Em comunicado, a direção da Adeptoliva congratula-se com mais esta demonstração de vivacidade da Escola profissional, que “não é mais que o reconhecimento do trabalho diário que o grupo de professores e alunos tem vindo a realizar e que tanto tem contribuído para o sucesso do projecto educativo da Eptoliva, tornando-a na escola mais empreendedora da região”. Entende a direção que “a participação nestes projetos e iniciativas são a prova clara de que esta é uma escola dinâmica e empreendedora, na qual é estimulada a inovação e a criatividade dos seus alunos e que aposta numa qualificação académica e profissional virada essencialmente para a sociedade e para o mercado de trabalho”.

“Viver a Ler+” levou a Manta dos Afetos até aos idosos

Neste mês de maio, o projeto “Viver a Ler +” dinamizado pela Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital levou até aos utentes das instituições concelhias com valência de idosos, “A Manta dos Afetos”. Trata-se de uma manta que foi confecionada com os catorze pedaços de tecido que cada uma das instituições aderentes ao projeto elaborou e decorou, respondendo dessa forma positivamente ao desafio lançado pelo projeto “Viver a Ler +”.

  

Cada quadrado de tecido é único e original constituindo uma marca da respetiva instituição, numa peça que reúne os contributos de todos os utentes que mensalmente são visitados pela equipa que dinamiza este projeto. Agora que está finalizada a manta, a peça acompanhou a itinerância do mês de maio, que decorreu esta semana, para que todos os envolvidos pudessem apreciar o resultado final. Para a acompanhar foi lida a história “A Manta dos Afetos”, um conto original de Vítor Paulo Fernandes, autor concelhio, que também acompanhou a equipa do “Viver a Ler +” nesta itinerância. 

 

A vereadora da Cultura, Graça Silva, congratula “todas as instituições que tornaram possível este projeto e a concretização desta atividade 'Manta dos Afetos'”. São “iniciativas de grande relevância para a dinâmica da Biblioteca Municipal de Oliveira do Hospital e que permitiram recentemente ser reconhecida com a menção honrosa no prémio “Boas Práticas em Bibliotecas Públicas”, atribuído pela Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas”, sublinha a vereadora.

Mural temático engrandece “Origens” em Travanca de Lagos

O Festival Cultural “Origens” ficou este fim de semana marcado pela criação de um mural temático no edifício da escola primária. Paulo Ribeiro é o autor da pintura com que a Liga de Travanca de Lagos pretende deixar a marca do festival.


Novidade no certame, o mural temático que retrata a imagem que a Liga de Travanca de Lagos associou ao festival – duas crianças auxiliam na atividade agrícola – foi pintado sob o olhar atento dos visitantes que, gradualmente, foram sendo surpreendidos com a qualidade do trabalho levado a cabo pelo artista plástico oliveirense, Paulo Ribeiro, que assina por “Ribas”.

Com este mural temático, a direção da Liga de Travanca de Lagos, responsável pela organização do Festival pretende “eternizar o Origens”. Tratando-se da imagem de duas crianças inspirada numa fotografia captada em tempos idos, o local escolhido para o mural foi uma parede da Escola Primária. Tiago Cerveira explica que é ali que “os miúdos começam a aprender ler” e que, foi também naquela escola que os jovens da Liga “aprenderam a ler”. “O Origens está a mexer com esta terra e com esta região e cada vez mais queremos dar esta dinâmica a Travanca de Lagos”, referiu.

 Autor do mural, Paulo Ribeiro explicou que usou a técnica semelhante ao trabalho de uma tela, mas numa parede, não considerando tratar-se de um graffiti.  À Rádio Boa Nova, o conhecido artista plástico do concelho confessou a sua satisfação pela curiosidade das pessoas, não esperando até que “reagissem tanto”. Para Paulo Ribeiro foi acertada a aposta de realizar o mural no decorrer do festival e não antes, como esteve inicialmente previsto. 

Proteção Civil alerta para risco de incêndio devido a tempo quente

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alertou hoje para o risco de incêndio florestal e avisou a população para as medidas preventivas a adotar devido ao tempo quente, que poderá atingir os 40 graus nas regiões do interior sul.


Em comunicado, a ANPC refere que, nos próximos dias, o tempo quente e seco vai continuar, atingindo as temperaturas máximas valores entre os 35 e 40 graus nas regiões do interior do sul e 30 e 35 graus no restante território.

A ANPC, citando as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPAM), adianta que a humidade do ar vai ser inferior a 30 por cento na região sul e o vento tenderá a soprar de sueste com intensidade moderada no Algarve e terras altas. A Proteção Civil sublinha que se preveem "índices de risco de incêndio elevados a muito elevados na região sul, em especial no Algarve" devido ao tempo seco e vento, existindo, por isso, "condições favoráveis à progressão de eventuais" fogos. A ANPC refere que, nos locais onde o índice de risco de incêndio é superior ao nível elevado, não é permitido realizar queimadas nem fogueiras, queimar matos cortados e amontoados, lançar foguetes e fumar ou fazer lume nos espaços florestais, nem pode ser feita a utilização de equipamentos de queima e de combustão. A ANPC recomenda ainda à população para que tome os comportamentos adequados face à situação de perigo de incêndio florestal, nomeadamente com a adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução. No comunicado, a Proteção Civil admite que os grupos populacionais mais vulneráveis, como idosos, crianças, sem-abrigo e doentes do foro cardiorrespiratório, sejam afetados devido ao calor. A ANPC aconselha ainda os peregrinos e participantes nas comemorações do 13 de maio em Fátima a adoção de medidas de autoproteção.

 

FCOH empata e assegura manutenção, ADN perde e luta pela subida

O FCOH assegurou este domingo a manutenção no campeonato nacional de seniores ao empatar frente ao Sourense. A ADN perdeu na última jornada.


A duas jornadas do final fase destinada a apurar as equipas que se mantêm no Campeonato Nacional de Seniores, o Futebol Clube de Oliveira do Hospital (FCOH) consegue respirar de alívio. Ontem, em jogo frente ao Sourense, jornada 12, a equipa oliveirense empatou a um golo e assegurou a manutenção no campeonato. No primeiro lugar da tabela com 32 pontos, o FCOH tem encontro marcado no dérbi regional, deslocando-se ao reduto do vizinho Tourizense, que saído de uma derrota de 4-0 frente ao Pombal, é 5º classificado com 26 pontos. Na última jornada, 24 de maio, o FCOH recebe o Pampilhosa que é 3º classificado, com 29 pontos.

A lutar pela subida, a Associação Desportiva Nogueirense (ADN) perdeu ontem frente ao Casa Pia por 2-0. Em 5º lugar, com 14 pontos, a equipa de Nogueira do Cravo joga domingo, 17 de maio, frente ao Caldas que é 6º classificado, com 12 pontos. Na última jornada, a ADN joga em casa do Benfica de Castelo Branco, equipa que é 4ª classificada, com 18 pontos. A fase da subida, Zona Sul, é liderada pelo Mafra, com 24 pontos.

Na Divisão de Honra da Associação de Futebol de Coimbra, a Associação Desportiva de Lagares da Beira sofreu goleada de 4-1 frente à equipa de Arganil. Na jornada 30, 17 maio, a equipa lagarense (12ª classificada, com 26 pontos) defronta o GD Gala que é 11º classificado com 32 pontos. O campeonato distrital é liderado pela Académica SF, com 69 pontos. 

Travanca de Lagos assistiu “ao maior Origens de sempre” (Com vídeo)

Travanca de Lagos viveu um fim de semana em grande. A freguesia voltou a acolher o festival cultural “Origens” que resultou em mais um sucesso, considerando a organização tratar-se do “maior Origens de sempre”.

 

 O festival decorreu de sexta-feira a domingo, funcionando a tarde de domingo como o ponto alto do certame, que se apresentou aos travanquenses e visitantes como “uma mostra da cultura beirã”. E foram muitos os visitantes do concelho e da região, entre eles a comunidade estrangeira, que acorreram ao Origens. Motivos de sobra para Tiago Cerveira, da direção da Liga de Travanca de Lagos, responsável pela organização do festival, fazer um balanço “positivo” do evento, ao ponto de o considerar como o “maior Origens de sempre”. “As pessoas vieram em massa”, referiu à Rádio Boa Nova. Um sucesso que o jovem travanquense atribui ao trabalho desenvolvido pelo grupo que há sete anos assumiu a direção da Liga de Travanca de Lagos, com o objetivo de “servir a terra e de não de se servir dela”

 

Evento maior da freguesia de Travanca de Lagos, o Origens cai bem junto dos responsáveis locais. António Soares, presidente da Junta de Freguesia, regozijava-se na tarde de domingo por Travanca de Lagos ter sido, no fim de semana, o centro das atenções do concelho, da Beira Serra e da região “por bons motivos”. “Aqui se cruzaram várias gerações e se receberam bem os visitantes”, afirmou satisfeito o autarca, na certeza de que o “Origens” tem todas as condições para continuar, porque “este grupo tem provado que é possível, com pouco recursos, fazer muito”.

 A considerar o Origens “um sucesso que está para ficar”, Graça Silva, vereadora da Educação e Cultura da Câmara Municipal não se poupou no elogio ao festival, sobretudo ao grupo da Liga que o dinamizou. “Se há mérito e sucesso é porque há um grupo de jovens que conjuga esforços e consegue um festival extraordinário”, afirmou.

 

O Festival Origens decorreu de sexta-feira a domingo. A funcionar como uma mostra da cultura beirã, o evento recriou tradições e conduziu os visitantes a momentos de outros tempos. Jogos tradicionais, pratos típicos, música, artesanato, fotografia, artes plásticas, mostra animal e de alfaias agrícolas foram elementos constantes do “Origens”, que é já uma marca da freguesia de Travanca de Lagos e do concelho de Oliveira do Hospital.

País: Fim de semana com seis mortos nas estradas 

A GNR registou seis mortos durante o fim de semana nas estradas sob a sua jurisdição, resultantes de um total de 279 acidentes rodoviários, que fizeram ainda 15 feridos graves e cerca de 100 ligeiros.


Na sua página oficial na Internet, a Guarda Nacional Republicana adianta que, só no domingo, se registaram 141 acidentes, dos quais resultaram três mortos, 11 feridos graves e 49 ligeiros.

Os acidentes mortais ocorreram nos comandos territoriais de Bragança, Guarda e Porto.

No sábado, a GNR adianta que ocorreram 138 acidentes, nos quais se registaram três mortos, quatro feridos graves e 50 ligeiros. Estes acidentes mortais ocorreram nos distritos de Braga, Beja e Leiria.

Homem escapou com vida após queda ao rio em "papa reformas" 

Um homem, de 67 anos, sofreu ferimentos ligeiros, após a viatura que conduzia - vulgo "papa reformas" - ter caído ao rio Arunca, na tarde deste domingo, em Soure.

 

O acidente aconteceu pouco depois das 17.30 horas, no centro da vila, junto ao Parque dos Bacelos, disse ao JN o comandante dos Bombeiros Voluntários de Soure, João Paulo Contente.

O veículo capotou e ficou praticamente submerso, mas o único ocupante conseguiu sair e foi retirado da água por quatro populares, antes da chegada da corporação, revelou a mesma fonte.

A vítima encontrava-se em hipotermia e apresentava uma escoriação na cabeça. Foi transportada para o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra.

O "papa reformas" foi removido pelos Bombeiros de Soure. No local estiveram também meios da GNR.

No total, foram mobilizados para aquela ocorrência dez elementos, apoiados por quatro viaturas, segundo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra.

Fonte: jn.pt 

Partido Socialista elogia gestão financeira do Município de Tábua

A tomar por base o documento de prestação de contas do ano 2014, o PS refere em comunicado enviado à Rádio Boa Nova que “a gestão deste executivo, traduz um cenário evolutivo positivo, com redução do endividamento liquido, e no prazo médio de pagamento”.


“No relatório de Gestão, é possível ainda verificar um aumento das receitas próprias de 2,4 milhões para 2,9 milhões de euros”, refere o partido.

Adianta o PS que “a Câmara Municipal de Tábua começou o ano de 2014, com excesso de endividamento, e terminou  o ano com margem de endividamento de 858 mil euros, o que significa, pelo novo regime financeiro das autarquias locais, que o Município de Tábua encontra-se em equilíbrio financeiro” No mesmo relatório de acompanhamento, o PS verifica “uma significativa redução da dívida total de 16,71% - 1.746.068 euros, e dos quais 863.567 euros no 4.º trimestre.”

Os socialistas notam que “todos estes factos significam que este executivo tem feito uma excelente gestão financeira, que se verifica com documentos de 2014, apresentados na última Assembleia Municipal realizada no passado dia 30 de Abril”

Arganil: PJ deteve jovem de 19 anos suspeito de matar a namorada

Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a Polícia Judiciária dá conta da detenção, em Arganil, de "um jovem de 19 anos, pela presumível autoria de um de crime de homicídio, na forma consumada, de que foi vítima uma mulher, com 20 anos de idade".


Segundo a PJ, "os factos ocorreram em julho de 2014, na zona de Arganil, tendo a morte ocorrido na sequência de uma queda, de grande altura, provocada pelo suspeito, que mantinha com a vítima uma relação amorosa, conturbada".

 

O detido, de 19 anos de idade, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação tidas por adequadas.

 

"Origens" à espera de atrair enchente a Travanca de Lagos  

São elevadas as expectativas em torno de mais uma edição do Festival Cultural de Travanca de Lagos. O Origens arranca hoje e, até domingo, espera atrair mais de cinco mil visitantes à freguesia.


A funcionar como uma mostra da cultura beirã, o Origens volta este fim de semana a ser o centro das atenções no concelho e na região. Tendo em conta o sucesso alcançado em anteriores edições, os jovens da Liga de Travanca de Lagos estão expectantes em torno da iniciativa que, para além de recuperar as tradições, surge ano após ano com um cunho de inovação, contando para o efeito com parceiros como Luís Antero e a OHs 21.                

Em contagem decrescente para o evento que arranca hoje, às 21h30, no antigo lagar de azeite da freguesia com uma instalação sonora e exposição de fotografia, Pedro Marques, presidente da direção da Liga garante, na Rádio Boa Nova , estar tudo a postos para o evento, que chega a superar as expectativas da Liga que não esperava que “tão rapidamente” o certame atingisse a dimensão alcançada. Depois de em 2014, o Origens ter registado a visita de cerca de três mil pessoas, a Liga espera este ano superar aquele número, prevendo até duplicar o número de visitantes. Para isso deverá contribuir o bom tempo que é esperado para este fim de semana. 

Arcial abraça mais uma campanha do pirilampo mágico

“Ilumina Sorrisos” é o lema da Campanha do Pirilampo Mágico 2015, que arranca amanhã, dia 9, e que se vai prolongar até 31 de maio.


A Campanha Pirilampo Mágico é realizada anualmente, em parceria com a RDP - Antena 1 e toda a sua organização é promovida pela FENACERCI com o objetivo de angariação de fundos em favor das CERCI`s e outras organizações congéneres e de, ao mesmo tempo, informar e sensibilizar a opinião pública sobre a problemática da pessoa com deficiência intelectual e/ou multideficiência procurando salvaguardar o direito à igualdade de oportunidades e o exercício da cidadania plena deste tipo de população.

A campanha decorre em todo o país mobilizando milhares de pessoas. Em Oliveira do Hospital, Tábua e Arganil a ação é da responsabilidade da Arcial – Associação de Recuperação de crianças Inadaptadas que desde sempre tem estado ligada à campanha.


Nos três concelhos, a Arcial tem para venda três mil pirilampos mágicos, bem como 300 pins e outro material como canecas, chávenas e t-shirts.

No arranque desta campanha, Manuel Garcia, técnico de ação social da Arcial responsável pela campanha destacou na Rádio Boa Nova a importância da iniciativa e do envolvimento da comunidade nesta “causa nobre”, já que a campanha irá possibilitar a compra de equipamento necessário à instituição. Explicou que a venda do piriliampo vai ser feita pelos colaboradores da ARCIAL com o apoio de entidades como as câmaras municipais e juntas de freguesia e habituais pontos de venda. Manuel Garcia apela à compra do pirilampo e demais material porque “este simples gesto pode ajudar utentes e crianças da instituição”.

 Chuva no norte e centro, temperaturas sobem no sábado

O dia de hoje vai ser marcado pela nebulosidade e chuva nas regiões do norte e centro, prevendo-se uma subida da temperatura máxima da ordem dos 10 graus a partir de sábado, disse a meteorologista Ângela Lourenço.


"Hoje, ainda vamos ter muitas nuvens e alguma precipitação, principalmente em algumas regiões do norte e centro e descida da temperatura máxima. As temperaturas vão começar a subir realmente é no sábado".

No sábado prevê-se uma subida ligeira das temperaturas, embora nalguns pontos do país já seja da ordem dos quatro ou cinco graus Celsius em relação ao dia de hoje.

"A subida mais significativa será no domingo e novamente na segunda-feira, dia em que estamos a prever valores na ordem dos 30 a 35 graus essencialmente nas regiões do Vale do Tejo, Alentejo e Algarve e também em alguns pontos do litoral norte e centro. Nas regiões mais junto ao mar serão ligeiramente inferiores", explicou.

Esta subida da temperatura deve-se essencialmente a uma massa de ar quente e seco transportada da região do norte de África associada a uma situação de forte estabilidade atmosférica, que favorece o aquecimento.

Homem morreu em acidente com trator em S. Pedro do Sul

Um homem morreu quinta-feira à noite no concelho de S. Pedro do Sul, na sequência de um acidente com um trator.


De acordo com o Comando Distrital de Operações de Socorro de Viseu, o homem foi encontrado sem vida debaixo do trator por voltar das 23h30 horas num terreno agrícola em Vila Maior, no concelho de S. Pedro do Sul. O homem tinha saído logo de manhã para o campo, "tendo sido encontrado debaixo de um trator acidentado, depois de ter estado desaparecido algum tempo", esclareceu. No local estiveram nove homens dos Bombeiros Voluntários de S. Pedro do Sul, apoiados por três viaturas.

com:jn.pt

Dois mortos em competição automóvel no Caramulo

Duas pessoas morreram esta quinta-feira na sequência de um despiste de um veículo clássico, que integrava um passeio a decorrer no Caramulo, no concelho de Tondela, informou fonte do Comando de Operações de Socorro (CDOS) de Viseu.


De acordo com a fonte, o despiste do clássico ocorreu às 14h46 em Almofala, S. João do Monte, tendo provocado a morte ao piloto e copiloto que seguiam na viatura acidentada. "O carro fazia parte de um passeio de clássicos que estava a decorrer no Caramulo", acrescentou. A 12.ª edição do Tour Amical, um passeio de clássicos com organização belga, que decorre até terça-feira, está desde quarta-feira no Caramulo. De acordo com fonte do Museu do Caramulo, parceiro do evento, esta é a primeira vez que o Tour Amical passa pelo Caramulo, contando com 225 clássicos inscritos, de várias marcas e nacionalidades, entre as quais a Porsche, Alfa Romeo e Mustang.

O acidente de esta quinta-feira ocorreu no segundo dia de passeio, em que desfilavam pela Rampa do Caramulo cerca de 100 modelos clássicos, depois de terem desfilado cerca de 25 na quarta-feira e de estar previsto novo passeio com uma centena de viaturas na sexta-feira. Os passeios pela Rampa do Caramulo agendados para estes três dias tinham início marcado para as 12:00, terminando por volta das 16h00.

fonte:cmjornal.pt

Há 10 anos a prestar apoio aos peregrinos no Senhor das Almas  

Na “rota da fé”, o posto de apoio a peregrinos do Senhor das Almas, na freguesia de Nogueira do Cravo, volta este ano – de 5 a 9 de maio - a cumprir a sua missão de ajudar as centenas de fiéis que por estes dias rumam em direção a Fátima.


Um auxílio que o grupo já presta há 10 anos consecutivos e que, este ano, surge com a designação de “STOP Solidário”. É exatamente de solidariedade que se trata. Uma equipa multidisciplinar presta apoio médico e de enfermagem aos peregrinos e dá “aconchego” à alma e ao corpo com uma palavra amiga, alimentos e dormida. Acontece na Casa da Irmandade do Divino Senhor das Almas contando o grupo, com o apoio inestimável de instituições locais, comércio, empresas e município.

E são vários os peregrinos que se socorrem daquele apoio. A integrar um grupo proveniente de Alverca da Beira, Pinhel, Maria de Lurdes de 44 anos é disso exemplo. “É um pouco complicado, mas com a graça de Nossa Senhora nós cá chegamos”, partilhou com a Rádio Boa Nova a peregrina que, a percorrer o caminho de Fátima pela quinta vez, apresentava sinais de cansaço, mas sem grandes mazelas físicas. À espera de chegar a Fátima na segunda-feira, dia 11, confessa ter “o coração preso” pelo que sucedeu aos peregrinos atropelados em Cernache, porém revela-se confiante na boa chegada ao santuário de Fátima.

Depois de partir da Meda em peregrinação, Paula Cristina de 44 anos chega cansada e com os pés molestados ao “Stop Solidário” do Senhor das Almas. Mas nem por isso se desvia do seu propósito de chegar a Fátima. Em peregrinação pela oitava vez, Paula Cristina conta que tem sido “muito atendida” pela Nossa Senhora de Fátima.

Mais jovem, com 30 anos, Rui Freire chegou maltratado. A receber cuidados de enfermagem, o jovem contou à RBN que ruma a Fátima em “agradecimento”. Com muitos quilómetros pela frente, o jovem de Celorico da Beira está expectante, porque até aqui “está a ser difícil”. 

A passar pelo terceiro ano consecutivo pelo posto de apoio do Senhor das Almas, Sérgio Franco, homem de “muita fé” veio propositadamente do Brasil para cumprir a peregrinação. Com a esposa partiu de Celorico e chegou “bem” ao “Stop Solidário”. A Fátima vai agradecer “tudo” o que tem, contando sentir ali uma “sensação muito forte”, maior até do que quando visitou o Vaticano.


Peregrinos que agradecem o apoio disponibilizado pelo “Stop Solidário”, um grupo que funciona na base do voluntariado. José Agostinho Nunes faz parte dos fundadores do grupo que tal como no primeiro ano, em 2004, também agora disponibiliza o seu tempo para ajudar os peregrinos. Gente de fé que chega com mazelas físicas e ali encontra apoio. Motivo para se “emocionar” porque também já ele foi peregrino e sabe da importância destes grupos de apoio.

Há 10 anos a ajudar quem segue o caminho da fé, o grupo evoluiu este ano para a designação “Stop Solidário”. Uma solidariedade que, explica Isidora Lobo, médica voluntária, resulta da boa vontade de várias entidades, possibilitando apoiar largos grupos de peregrinos. Até ao momento cerca de duas centenas de pessoas já receberam apoio do “Stop Solidário”.

Em troca, Isidora Lobo destaca o afeto que é dado pelos peregrinos e que é “uma grandiosidade”

Resistente neste projeto solidário, Maria do Carmo Marques, enfermeira voluntária explica que a organização do grupo em torno da designação “Stop solidário” decorre da necessidade de conferir uma maior formalidade ao projeto. “Stop corresponde à paragem para tratamento físico e palavra amiga. Solidário porque é gratuito e não esperamos nada em troca, a não ser sentirmos reconhecimento pelo apoio que damos”, referiu.

Mostra biológica e agrícola no Mercado Municipal

No próximo sábado, 9 de maio, o Mercado Municipal recebe mais uma edição da Mostra de Produtos Biológicos e Agrícolas em Modo de Produção Tradicional de Oliveira do Hospital - “Da Nossa Terra”. Promovida pelo Município de Oliveira do Hospital (MOH) e pela ADI – Agência para o Desenvolvimento Integrado de Tábua e Oliveira do Hospital, a mostra estará de portas abertas entre as 8h00 e as 13h00.


Com um estatuto de excelência, este evento marca realiza-se sempre no segundo sábado de cada mês, no espaço moderno e acolhedor do Mercado Municipal onde a rede de três dezenas de produtores locais e da região encontram uma oportunidade para vender os seus produtos frescos, genuínos e de qualidade, vindos diretamente da “terra” para as bancas. Ao longo do ano, as bancas do mercado enchem-se com a diversidade dos produtos da época, hortícolas e frutícolas, a que se junta o fumeiro, o azeite biológico, o queijo, as compotas e o mel, os licores, a pera passa ou o pão e biscoitos, entre muitos outros. No 2.º sábado de cada mês, o evento conjuga da melhor forma a componente de valorização de produtos locais, a componente comercial e componente de educação e sensibilização para a preservação dos estilos de vida tradicionais e os valores da ecologia. 

Sessão Informação “O Mercado da Energia está a Mudar” em Tábua

Vai realizar-se no dia 11 de maio, às 10h30m, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Tábua, a Sessão de Informação e Esclarecimento aos Consumidores denominada de  “As Mudanças do Mercado Energético e os Descontos Sociais”, tendo como público-alvo as IPSS’s do Concelho.


A sessão tem a duração máxima de 2 horas e irá tratar os temas da mudança de mercado regulado para mercado liberalizado, descontos sociais na energia (tarifas sociais da Eletricidade e do Gás Natural) e ASECE.

País: Prevenar é gratuita para crianças nascidas desde janeiro

A Direção-Geral da Saúde anunciou hoje que a vacina Prevenar vai passar a ser gratuita, desde 1 de janeiro deste ano, e não 1 de junho, como tinha sido avançado.


Ao jornal Público, o diretor-geral da Saúde, Francisco George, afirmou que “tinha que haver uma data” para arrancar com a vacinação e que se escolheu “1 de junho por ser o dia mundial da criança”. Mas esclareceu que a medida se aplica a todas as crianças nascidas a partir de 1 de janeiro deste ano.

As crianças devem começar a ser imunizadas aos dois meses de idade, mas Luís Varandas, presidente da Comissão de Vacinas da Sociedade Portuguesa de Pediatria (SPP), explicou ao mesmo jornal que as crianças podem fazer a Prevenar  "em qualquer altura".

"O esquema vacinal é que será diferente" do habitual (primeira dose aos dois meses, segunda aos quatro e a última aos 12 ou 15 meses).  Caso a criança só comece a ser vacinada a partir de um ano de idade, deve fazer apenas duas doses, e, a partir dos dois anos,  uma dose, tal como os adultos em geral, acrescenta. 

Detido na Covilhã por suspeita crimes de pornografia de menores e de abuso sexual de crianças

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, identificou e deteve um homem na Covilhã que, pelo menos desde o ano de 2014 até ao presente, visualizava, importava, exportava e divulgava, através de sítios específicos da internet, mas também através das redes sociais mais comuns, fotografias contendo atos de abuso sexual de menores, muitos deles de idade inferior a 14 anos.

 

No decurso da busca à sua residência foram apreendidos equipamentos informáticos, onde estavam armazenados milhares de ficheiros com imagens de pornografia de menores, representativos daqueles abusos. O detido é ainda suspeito da prática reiterada de abusos sexuais sobre uma menor, com apenas 9 anos de idade, sua vizinha, e que frequentava assiduamente a sua residência. O mesmo, com 35 anos de idade, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Direito de Resposta ao artigo “Liga portuguesa Contra o Cancro alerta para peditório que não reverte a seu favor”

A Rádio Boa Nova publica o direito de resposta solicitado pela Europacolon Portugal – Associação de Luta Contra o Cancro do Intestino na sequência da notícia de 27 de março de 2015 com o título: “Liga Portuguesa Contra o Cancro alerta para peditório que não reverte a seu favor”.

 

Exmos. Senhores:

Tomamos conhecimento, através da Comunicação Social que foram difundidas por essa Rádio, informações e conceitos sobre a nossa Associação que, não só, não correspondem de todo à verdade, como a sua difusão acarretou-nos sérios prejuízos morais e materiais.

Assim, vimos informar V.Exas. que nunca a Europacolon Portugal, Associação de Apoio ao Doente com Cancro Digestivo emitiu informação à população e/ou a eventuais voluntários da Liga Portuguesa Contra o Cancro, de que o peditório em curso, à data, revertia a favor da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Assim ao abrigo do direito de resposta, consagrado na Lei de Imprensa, Rádio (artº59 a 63º) e de Televisão e também no artº 37º da Constituição Portuguesa, solicitamos que este desmentido seja tornado público, através dos mesmos meios por onde foi emitido.

De facto já demos conta à Liga Portuguesa Contra o Cancro, entidade com quem mantemos o maior respeito e admiração por todo o trabalho que desenvolvem no nosso país.

Com os nossos melhores cumprimentos, subscrevemo-nos

Muito Atentamente

Vítor Neves

Presidente da Direção”

Homem mata irmão em Carregal do Sal

Um homem de 55 anos foi morto a tiro de caçadeira pelo irmão mais novo, de 52, às 21h22 de quarta-feira, na casa da mãe de ambos, em Vila Meã, Carregal do Sal.


Depois do tiro fatal, que acertou no abdómen de Adelino Nascimento, o alegado homicida, Cirilo Nascimento, solteiro, telefonou para os Bombeiros de Carregal do Sal e para a GNR, comunicando o que tinha feito. "Venham-me buscar", terá dito, aguardando pela chegada das autoridades, que o detiveram.

Também acorreu ao local o INEM, que já não conseguiu salvar a vítima. Tudo terá começado com uma discussão sobre cães entre os dois irmãos. O homicídio ocorreu durante uma visita de Adelino, que residia em Mangualde, e costumava ir ver a mãe naquela aldeia do concelho de Carregal do Sal.

O caso foi entregue à Polícia Judiciária. 

Com:cmjornal.pt

Queima das Fitas à espera de receber mais de 100 mil pessoas

O secretário-geral da Queima das Fitas de Coimbra, André Gomes, disse hoje à agência Lusa esperar que o evento ultrapasse este ano a marca das 100 mil pessoas no recinto, entre sexta-feira e o dia 15.


Segundo o secretário-geral do evento, o cartaz deste ano, que conta com nomes como Anselmo Ralph, The Kooks ou James Arthur, é "mais heterogéneo em termos de estilos musicais" e "mais homogéneo em termos de qualidade por dia". Desta forma, a organização pretende evitar "dias a abarrotar e dias com pouca afluência", referiu, contando que a venda de bilhetes "está a correr dentro do expectável", prevendo-se apenas uma quebra nas concessões "de comidas e bebidas". As noites de concertos no Parque da Canção vão arrancar na sexta-feira com o cantor britânico James Arthur, que venceu o concurso televisivo The X Factor, em 2012, atuando também nesse dia o português Frankie Chavez. Para além das noites no Parque da Canção, a Queima das Fitas organiza também a Serenata Monumental, na Sé Velha, que se realiza na noite de quinta para sexta-feira, pelas 00h00. No domingo, vai também realizar-se o tradicional Cortejo da Queima das Fitas, com os carros de cada curso a partirem do Largo D. Dinis por volta das 15h00.

Seia com boas práticas na separação de resíduos

O Ecocentro de Seia recebeu, em 2014, a maior quantidade de resíduos (598 620 kg) no universo dos dezanove municípios pertencentes à Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão (AMRPB), entidade que gere o sistema integrado de recolha seletiva de resíduos sólidos urbanos na região, tendo em vista o tratamento dos mesmos.

 

Em nota de imprensa enviada à Rádio Boa Nova, o município de Seia adianta que “os valores são no geral explicados pela quantidade de entulho (217 280 kg), verdes (141 420 kg) e papel/cartão (74 180 kg) recolhidos, sendo os monstros, vidro, plásticos, REEE e metais responsáveis pela percentagem restante (165 740 kg)”.

 

No que diz respeito à recolha seletiva, o concelho de Seia também apresenta bons resultados na deposição em ecopontos, com 444 547 kg de resíduos de embalagem (vidro, papel, plástico e metal), logo a seguir a Viseu, que lidera nesta categoria com 2 616 649 kg. “Este indicador demonstra o envolvimento dos munícipes na prática da separação de materiais, reutilizáveis e recicláveis, um dos principais contributos para a sustentabilidade em ambiente urbano”, adianta o município.

 

Em termos de quantidade média de resíduos separados recolhidos por habitante, Seia atingiu os 24 Kg/hab/ano, ficando a 5 kg/hab/ano da meta estabelecida no PERSU 2020 - Plano Estratégico de Resíduos Urbanos 2020. Aqui, Viseu e Mortágua demonstraram melhores resultados. De acordo com os dados do relatório do Planalto Beirão, a capitação média na região no ano 2014 foi de 20 kg por habitante. Este valor é determinado a partir do quociente entre a quantidade total de resíduos de embalagem recolhidos e o número total de habitantes. De acordo com as metas estabelecidas no PERSU, para os próximos cinco anos, a capitação do Planalto Beirão em 2020 deverá ser equivalente a 29 kg por habitante. A AMRPB atua nos concelhos de Aguiar da Beira, Carregal do Sal, Castro Daire, Gouveia, Mangualde, Mortágua, Nelas, Oliveira de Frades, Oliveira do Hospital, Penalva do Castelo, Sta. Comba Dão, São Pedro do Sul, Sátão, Seia, Tábua, Tondela, Vila Nova de Paiva, Viseu e Vouzela.

EB1 de Meruge “ameaçada” de encerramento

Documento enviado pela delegação regional da Direção Geral dos Estabelecimento Escolares (DGEST) ao município de Oliveira do Hospital sinaliza a EB1 de Meruge para encerramento. A vereadora da Educação espera que seja “um engano”. Em declarações à Rádio Boa Nova, a delegada regional da DGEST assegura não ter intenção de encerramento.


A preocupação foi partilhada na última reunião da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital pelo jovem deputado socialista André Pereira que, a recordar o que no ano passado aconteceu na Lajeosa – a EB1 foi encerrada – alertou para a ameaça de encerramento que, agora, paira na escola de Meruge frequentada por 20 alunos, um dos quais com necessidades educativas especiais, distribuídos por duas turmas. Tal como aconteceu na Lajeosa, André Pereira nota que também agora “tentam à queima roupa juntar mais uma escola para o lote a encerrar”. “É uma vergonha”, notou o jovem que questionou a vereadora da Educação sobre este processo.


Numa reunião onde a delegada regional da DGEST e vereadora do PSD em suspensão de mandato na Câmara de Oliveira do Hospital, Cristina Oliveira, esteve presente no público mas – como referiu em voz alta – “na condição de cidadã”, Graça Silva entende que a sinalização da EB1 de Meruge para encerramento seja “um engano”. Segundo adiantou, aquele não foi pelo menos o caminho colocado em cima da mesa em reunião da delegação regional de 25 de março, onde se falou de que “eventualmente Meruge poderia perder uma sala, tal como já aconteceu noutras escolas”. Graça Silva mostra-se, por isso, admirada com email rececionado pelo município no dia 22 de abril, onde vinha sinalizada a EB1 de Meruge para encerramento, situação que reportou em sede de reunião do executivo, de 28 de abril, onde foi tomada posição conjunta de manutenção da escola. À Assembleia Municipal, Graça Silva solicitou também o “voto de confiança para manter a escola em funcionamento”. “Espero que seja um engano, mas não venha a acontecer o pior”, afirmou a vereadora, recordando que a EB1 da Lajeosa, ainda tinha o 3º e 4º ano, “e fechou”.

 Confiante de que se tratará de um “equívoco”, o presidente da Junta de Freguesia de Meruge defendeu a continuidade da Escola, até porque tem sido essa a luta do executivo da junta. “Trabalhamos muito para que as crianças se sintam bem”, referiu Aníbal Correia, destacando o transporte das crianças à piscina e o projeto da escolinha de futebol. “Deixamos de fazer muita obra porque achamos que a EB1 de Meruge deve funcionar em pleno”, continuou o autarca que, pese embora o facto de estar prevista a saída de crianças da escola, nota que outras vão entrar, ficando a “escola com um número razoável para continuar a trabalhar com duas turmas”. “É isso que eu pretendo”, registou.

 “Da minha parte não há qualquer intenção de proceder ao encerramento. Quero toda a gente tranquila”

Em direto para o noticiário das 12h00 desta quarta-feira da Rádio Boa Nova, a delegada regional da DGEST, Cristina Oliveira, desdramatizou o caso, assegurando que a EB1 de Meruge só encerrará no caso de “parecer favorável” por parte do município e da própria comunidade. A justificar a sinalização da EB1 e pedido de parecer com a necessidade de tal procedimento, acontecendo o mesmo com as restantes escolas do país com “baixa frequência” (com menos de 21 alunos), a responsável assegurou na RBN que “não há necessidade de qualquer pânico em relação à escola”. “Da minha parte não há qualquer intenção de proceder ao encerramento. Quero toda a gente tranquila”, afirmou, considerando do mesmo modo ser “muito cedo” para falar sobre a existência de uma ou duas turmas naquela escola, porque tal decorre do número de alunos matriculados. “Se houver 18 alunos ou menos terá que ser uma turma, se forem mais de 18 poderá haver duas turmas”, explicou.          

Tábua: Detido com 213 pés de canábis fica em prisão preventiva

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Coimbra aplicou a medida de prisão preventiva a um homem de 60 anos detido em Tábua por tráfico de droga.


Detido na tarde de segunda-feira, nos arredores de Tábua, o arguido possuía 213 plantas de 'cannabis' na sua residência, que cultivava em estufa e que estavam "em diferentes fases de crescimento", adiantou fonte da GNR à agência Lusa.

"A detenção efetuou-se após a realização de três buscas domiciliárias, no âmbito de um processo que já se encontrava em investigação há aproximadamente um mês", informou o Comando Territorial de Coimbra da GNR em comunicado.

Além dos 213 pés de 'cannabis', o Núcleo de Investigação Criminal da GNR da Lousã apreendeu 19 doses individuais de haxixe, 272,5 gramas de 'cannabis', cerca de 200 euros em numerário, uma arma de ar comprimido, dois computadores e diverso material relacionado com aquele cultivo ilegal. Apresentado ontem no TIC de Coimbra, para um primeiro interrogatório judicial, vai aguardar o julgamento em prisão preventiva.

Mortágua parou para os funerais dos cinco peregrinos

A vila de Mortágua parou hoje à tarde para prestar homenagem aos cinco peregrinos que morreram na madrugada de sábado, em Cernache, após o despiste de um carro.


Milhares de pessoas deslocaram-se ao quartel dos Bombeiros Voluntários de Mortágua, onde às 15:00 se realizaram os funerais de quatro dos peregrinos, em simultâneo. Pouco antes, tinha sido o funeral da outra vítima, uma mulher que ficou sepultada no cemitério de Vale de Remígio.

O quartel foi pequeno para acolher todos os que quiserem participar nas cerimónias, tendo as ruas envolventes ficado cheias de pessoas, entre as quais elementos dos escuteiros e de grupos de peregrinos. O comércio esteve praticamente fechado e os alunos da escola básica 2/3 e da secundária, acompanhados dos professores, compareceram com balões brancos nas mãos. "Adeus Flávio e Diogo", "Até já amigos, nunca serão esquecidos", eram algumas das mensagens que podiam ler-se escritas nos próprios balões ou em cartões neles pendurados, dirigidas aos dois jovens peregrinos que faleceram.

O acidente ocorreu às 04:00 de sábado, depois de o automóvel se ter despistado à saída de uma curva e invadido a faixa contrária onde seguiam, a pé, cerca de 80 pessoas provenientes de Mortágua com destino a Fátima. Durante a missa, o vigário-geral disse que ia rezar e pedir a todos que rezassem também para que o condutor do automóvel tenha um "arrependimento sincero". No final da cerimónia, o presidente da Câmara de Mortágua, José Júlio Norte, pediu solidariedade para com as famílias das vítimas e fez votos para que todos sejam capazes de retomar as suas vidas. O autarca desejou também "o rápido restabelecimento" dos feridos que ainda se encontram internados nos Hospitais da Universidade de Coimbra.

Com:noticiasaominuto.com

Foto:jn.pt

Sexagenário detido em Tábua por tráfico de estupefacientes

O Núcleo de Investigação Criminal da GNR da Lousã deteve ontem, pelas 16h00 horas, no concelho de Tábua, um homem de 60 anos de idade, pelo crime de tráfico de estupefacientes.


Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a GNR informa que “a detenção se efetuou após a realização de três buscas domiciliárias, no âmbito de um processo que já se encontrava em investigação há aproximadamente um mês. Foram apreendidas 213 plantas de cannabis e 19 doses individuais de haxixe, 272,5 gramas de cannabis, cerca de 200 Euros em numerário, uma arma de ar comprimido, dois computadores e diverso material relacionado com o cultivo”.

O indivíduo foi hoje presente ao Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra para primeiro interrogatório judicial.

Assembleia Municipal: Lopes pede "tratamento igual" e Alexandrino denuncia “censura”

Passado um ano desde a destituição de António Lopes de presidente da Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital – aconteceu em 26 de abril de 2014 – é inegável o mal-estar entre aquele eleito “independente” e a maioria socialista, e em particular o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Alexandrino.


Verificou-se isso mesmo na última reunião da Assembleia Municipal, realizada na noite de 30 de abril, onde de modo constante o “primeiro eleito” daquele órgão, mas há um ano destituído do lugar de presidente, criticou a condução dos trabalhos pelo seu sucessor Rodrigues Gonçalves e em vários momentos teceu críticas ao executivo municipal e ao seu presidente. Em particular, António Lopes não gostou de ver as suas intervenções limitadas a cinco minutos por verificar que o mesmo não acontece com outros eleitos e com o próprio presidente da Câmara, José Carlos Alexandrino. Ainda que critique o regimento da Assembleia que entende ser o “mais fascizante deste país”, Lopes verifica que o mesmo contém as regras do “uso da palavra”, que determina que o presidente deve usar cinco minutos em cada ponto como qualquer elemento da Assembleia. “Cumprir a lei não é uma prerrogativa, é uma obrigação”, afirmou Lopes que a defender um “tratamento igual” disse não querer impedir os esclarecimentos por parte do presidente da Câmara, notando que por si “até ficamos três dias, mas falamos todos”. Não perdeu, por isso, a oportunidade de criticar a forma como Rodrigues Gonçalves chegou ao lugar de presidente da Assembleia, notando que seria incapaz de assumir o lugar “sem o voto do povo”.


Críticas a que o presidente da Câmara Municipal respondeu verificando estar diante de uma “censura” à Assembleia Municipal. A acusar Lopes de querer ser “pseudo-censurista da democracia na Assembleia Municipal”, José Carlos Alexandrino verificou que o destituído presidente daquele órgão “não quer” que o autarca esclareça as dúvidas aos deputados, nem à comunicação social, nem ao público, já que cinco minutos “não chegam” para o fazer. Uma situação com que Alexandrino garante não ter sido confrontado no anterior mandato em que Lopes presidiu à Assembleia Municipal. Feito este “exercício”, o presidente da Câmara não tem dúvidas de estar diante da “censura em plena Assembleia”. Alexandrino esclareceu ainda não fazer parte da Assembleia Municipal e de apenas prestar contas naquele órgão e de não ter sido o próprio que fez o regimento em vigor. “Que isto fique claro”, rematou.

António Lopes

José Carlos Alexandrino

Praia Fluvial de Alvoco das Várzeas renova Bandeira Azul

A paradisíaca praia fluvial de Alvoco das Várzeas foi novamente galardoada com a Bandeira Azul e volta a hastear este símbolo de qualidade ambiental já na abertura da próxima época balnear.


Banhada por um dos rios menos poluídos da Europa – o rio Alvôco – a praia fluvial de Alvôco das Várzeas foi a primeira zona balnear do concelho de Oliveira do Hospital a ser distinguida, em 2014, com uma Bandeira Azul, estreando-se assim no mapa das 18 praias fluviais do país que no ano passado ostentaram aquele símbolo de qualidade ambiental atribuído pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE).

Esta zona balnear, que integra a Rede de Praias de Aldeias do Xisto e tem vindo a ser dotada com todo um conjunto de infraestruturas de valorização, detém também o estatuto de Praia Acessível – uma distinção que visa galardoar as praias que reúnem um conjunto de condições para serem usufruídas por pessoas com mobilidade condicionada/reduzida – e foi recentemente recomendada pela ABAE ao Júri Internacional do Programa Bandeira Azul 2015.

Para este reconhecimento, foi decisivo – ao longo dos dois anos de candidatura ao galardão Bandeira Azul – o cumprimento de todo um conjunto de critérios e boas práticas impostos pela ABAE, relacionados com a qualidade de informação, realização de atividades de educação ambiental, códigos de conduta ambiental e qualidade da água balnear.

O Vice-Presidente do Município de Oliveira do Hospital, José Francisco Rolo, considera que a renovação deste prestigiado galardão é o resultado implícito do investimento que a Câmara Municipal tem vindo a fazer ao nível da valorização das zonas balneares e dos recursos hídricos por forma a potencializar o setor do turismo de natureza.

Sublinhando que ter uma praia fluvial com Bandeira Azul deve constituir um grande motivo de orgulho para Alvoco das Várzeas e todos os oliveirenses, assim como para a região, o vereador responsável pelo Pelouro do Turismo frisa que este certificado de qualidade ambiental é uma importante mais-valia sob o ponto de vista da atração turística e traduz-se num merecido prémio em termos da política que tem vindo a ser seguida com vista a transformar Oliveira do Hospital num destino de excelência, em que a natureza, o património, os produtos locais de qualidade e a história assumem uma importância estratégica para o desenvolvimento de novos produtos turísticos, com tem vindo a acontecer.

Presidente da Assembleia Municipal criticado por “atitude provocadora, para não dizer incendiária”

Há quase um ano no comando da Assembleia Municipal na sequência da destituição de António Lopes daquela função, o socialista Rodrigues Gonçalves viu a sua atuação ser criticada por um elemento eleito pelo mesmo partido.           


Nuno Oliveira, presidente da União de Freguesias de Oliveira do Hospital e São Paio de Gramaços não gostou da forma como Rodrigues Gonçalves “opinava” sobre as intervenções de alguns deputados no decorrer da última reunião da Assembleia Municipal e usou da palavra para dizer ao presidente daquele órgão que “não é de bom tom quando se opina sobre determinadas reações de alguns deputados ”. Pelo contrário, entende Nuno Oliveira, Rodrigues Gonçalves deveria enveredar, “como é seu dever moral” por uma “atitude apaziguadora e pedagógica” e “não provocadora, para não dizer incendiária”. No entender do jovem autarca “são dispensáveis alguns conselhos de forma a que todos os oiçam”, devendo fazê-lo “pessoalmente e discretamente”.

Defensor de um “maior respeito e elevação”, Nuno Oliveira estende a mensagem a todos os deputados e presidentes de junta, especialmente “quando muitos desses discursos de opinião nada têm a ver com a função deste órgão colegial e defesa do concelho”. “Intrigas de ordem pessoal devem ser discutidas noutro local que não este. Haja mais respeito e elevação”, sugeriu o eleito criticando o uso da Assembleia Municipal para “se lavar muita roupa suja”.


Com “um currículo de 20 anos de gestão de topo da Administração Pública”, o presidente da Assembleia Municipal reagiu notando que “a dimensão dos homens mede-se pelo caminho percorrido entre o ponto de partida e o de chegada”. Rodrigues Gonçalves disse ser “essa experiência” que coloca na Assembleia Municipal e “não de posição incendiária”. Disse ainda a Nuno Oliveira que “é melhor que se pense duas vezes sobre o gravame que se está a por sobre as pessoas”.  

Nuno Oliveira, presidente União de Freguesias de Oliveira do Hospital e S. Paio de Gramaços

Rodrigues Gonçalves, presidente Assembleia Municipal de Oliveira do Hospital

Detido suspeito de abastecer traficantes da Guarda e Celorico  

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, na sequência de investigação em curso, deteve um homem responsável pelo fornecimento de produtos estupefacientes a vários outros traficantes dos concelhos da Guarda e de Celorico da Beira.


Em comunicado enviado à Rádio Boa Nova, a PJ informa que “no decurso da ação policial levada a efeito durante o último fim-de-semana, na cidade da Guarda, foi apreendido na posse do detido haxixe suficiente para a preparação mínima, aproximada, de quatrocentas doses individuais”.

Adianta que “o detido, com 45 anos de idade, foi presente às competentes autoridades judiciárias, para efeitos de primeiro interrogatório e eventual submissão a adequadas medidas de coação, ficando em liberdade a aguardar data para julgamento em processo sumário”. 

Travanca de Lagos revive tradições em mais um festival  “Origens”

A freguesia de Travanca de Lagos, no concelho de Oliveira do Hospital, prepara-se para abrir as portas ao passado e reviver tradições com a realização de mais um Festival Cultural “Origens”. Acontece no próximo fim-de-semana pela mão da Liga de Travanca de Lagos que pretende fazer da iniciativa “uma mostra da cultura beirã”.

 

Música, cultura, passeios, desporto, gastronomia, mostra animal e de alfaias agrícolas são apenas algumas das componentes da terceira edição do “Origens”, o festival que começou com uma simples mostra cultural e tem vindo a crescer e a resultar num verdadeiro sucesso. Organizada pelos jovens da Liga de Travanca de Lagos, sob o mote “ Somos o futuro do passado” a iniciativa tem a particularidade de conduzir os visitantes aos tempos idos pela recriação de ambientes antigos. Animado por teatro de rua e enriquecida com iniciativas várias, com destaque para os jogos tradicionais e o passeio de bicicletas à antiga, o Origens ganha terreno entre o calendário de eventos concelhios, pretendendo a Liga “marcar pela diferença, seja pelas faixas etárias atingidas, seja pela dinâmica que é criada à volta da iniciativa”. A destacar as componentes musical, teatral e gastronómica do Origens – é novidade no certame a “Sopa à Origens” - Tiago Cerveira, da direção da Liga, adianta que o objetivo é que “Travanca de Lagos seja nestes três dias uma mostra da cultura beirã”.

Na 3ª edição, o Festival conta um programa rico e diversificado que inicia às 21h30 de sexta-feira e termina ao final do dia de domingo. Pedro Marques, presidente da Liga destaca o facto de as iniciativas decorrerem em vários espaços da freguesia de Travanca de Lagos.

A contar com a participação do oliveirense Luís Antero, responsável pela instalação sonora “Imagens e sons de Travanca de Lagos”, a iniciativa volta a contar com a parceria da OHs XXI responsável pela animação musical de sábado, dia 9, com “Fonte da Pipa” e Luís Peixoto”. Uma parceria que é apreciada por Nuno Santos, presidente da Ohs21, por encarar o Origens como “essa grande mostra e montra do que é a ruralidade para o futuro”.

Uma iniciativa que merece o elogio da ADI por “alavancar a economia local” e permitir “revisitar tradições e reviver o antigamente”, como adiantou Ricardo Figueiredo.

As vertentes educativa e desportiva são motivo de satisfação para o vereador da juventude, desporto e associativismo. Nuno Ribeiro disse estar diante de “um programa bem conseguido”, entendendo que o “Origens” deve ser “promovido e incentivado”, pelo que convida a população do concelho e da região a marcar presença.

A apreciar o empenho dos jovens da Liga, motivo pelo qual a Câmara Municipal apoia “inequivocamente” a iniciativa, a vereadora da Educação, Cultura e Associativismo para além de destacar o “programa transversal”, valoriza a “as parcerias” conseguidas”, verificando que desta forma a Liga está a “a prestar um bom serviço público”. Graça Silva está por isso expectante na nova edição do “Origens”, certa de que vai resultar num “sucesso ainda maior do que as anteriores edições”.

Funerais dos cinco peregrinos realizam-se hoje à tarde em Mortágua

Os funerais dos cinco peregrinos que morreram na madrugada de sábado, em Cernache, Coimbra, após o despiste de um carro, realizam-se hoje à tarde em Mortágua, disse à agência Lusa o presidente da autarquia, José Júlio Norte.


Os corpos foram autopsiados na segunda-feira e, segundo José Júlio Norte, chegam às 11:30 ao salão polivalente dos Bombeiros Voluntários de Mortágua, onde ficarão em câmara ardente até à hora da missa (15:00).

Três dos corpos serão depois levados para o cemitério municipal de Mortágua e os outros dois para os cemitérios de Vale de Remígio e de Sobral, no mesmo concelho.

O autarca explicou que a intenção de realizar os cinco funerais ao mesmo tempo se prendeu com o facto de se tratar "de uma comunidade pequena, com muitos amigos que faleceram em simultâneo".

O acidente, ocorrido às 04.00 de sábado, provocou a morte de cinco peregrinos, dois dos quais escuteiros, após o automóvel se ter despistado à saída de uma curva e invadido a faixa contrária onde seguiam, a pé, cerca de 80 pessoas provenientes de Mortágua com destino a Fátima.

O condutor envolvido no acidente foi proibido, pelo tribunal, de conduzir e obrigado a apresentações semanais às autoridades, informou fonte judicial.

O Tribunal de Instrução Criminal de Coimbra decidiu aplicar as medidas de coação de suspensão da atividade de condução e de apresentações semanais às autoridades ao condutor envolvido no acidente, que provocou cinco mortos e quatro feridos num grupo de peregrinos de Mortágua, disse na segunda-feira um membro do gabinete de apoio à presidência da Comarca de Coimbra, Ana Paula Fonseca. O arguido, que está indiciado de cinco crimes de homicídio negligente, começou a ser ouvido no Tribunal de Instrução Criminal às 17h15 de segunda-feira, depois de ter sido ouvido de manhã no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Coimbra. O processo prossegue agora para inquérito no DIAP.

Estrada da Beira reabriu ao trânsito oito horas após acidente

A Estrada da Beira reabriu ao trânsito na zona do Poço do Gato , pouco depois das 16hoo, após uma interrupção que durava desde as 08h10 na sequência do aparatoso acidente que envolveu três camiões, um dos quais de transporte de matérias perigosas, mas que seguia vazio.


Do acidente resultaram três feridos ligeiros, os condutores dos camiões. O trabalho de remoção das viaturas e de alguns escombros foi demorado. Uma viatura estava tombada na berma e foi necessária a utilização de uma grua para a sua remoção. O trânsito foi desviado pela localidade de Lourosa, Oliveira do Hospital, e pelo vizinho concelho de Tábua.

No local estiveram elementos dos bombeiros voluntários de Oliveira do Hospital, Destacamento de Trânsito de Coimbra, GNR de Oliveira do Hospital e Tábua e da proteção civil municipal.

Final do Concurso Municipal de Ideias de Negócio disputa-se a 8 de maio

Na próxima sexta-feira, 8 de maio, será disputada a final do Concurso Municipal de Ideias de Negócio onde os alunos do concelho de Oliveira do Hospital irão defender os seus projetos. A iniciativa é promovida no âmbito do projeto “Empreendedorismo nas Escolas – Educação Empreendedora – 2.ª edição” desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC) em parceria com os municípios seus constituintes.

Com o lema “Aprender a Empreender”, a iniciativa que tem o envolvimento do Município de Oliveira do Hospital é dirigida aos alunos que frequentam o ensino secundário e profissional no Agrupamento de Escolas de Oliveira do Hospital (AEOH) e na EPTOLIVA – Escola Profissional de Tábua e Oliveira do Hospital.

Nesta sessão, 10 ideias de negócio serão defendidas pelos jovens promotores na final do concurso municipal que terá lugar às 21h00 na Casa da Cultura César Oliveira, uma sessão que é aberta a toda a comunidade oliveirense. O projeto melhor classificado nesta final, no dia 8 de maio, irá representar o Município de Oliveira do Hospital na final intermunicipal a realizar ainda durante o mês de maio.

O Concurso Municipal de Ideias de Negócio é uma iniciativa que tem como objetivo sensibilizar e motivar os jovens para as práticas empreendedoras, promovendo o espírito de iniciativa e dinamismo no concelho. Visa também angariar ideias de negócio em diversos setores de atividade que tenham viabilidade económica, social e ambiental para a região, com demonstração da sua exequibilidade prática e do potencial dos projetos em causa.

Concorrem alunos do concelho, a frequentar o ensino secundário ou profissional, sendo que cada equipa é constituída, no máximo, por três elementos, que devem apresentar ideias inovadoras, exequíveis e com vantagens competitivas, suscetíveis de dar origem ao aparecimento de um novo produto ou serviço com novas características e potencialidades e que potenciem a região de Coimbra para uma posição de relevo no domínio empreendedor.

O júri, constituído pelo vice-presidente, José Francisco Rolo em representação da Câmara Municipal de Oliveira do Hospital, um representante da BLC3 e um representante da ADIBER, avaliará os projetos tendo em consideração os seguintes critérios: grau de inovação da ideia (30%); exequibilidade da ideia (25%); qualidade da apresentação (20%); desenvolvimento da ideia - maturação do projeto (15%) impacto para o território da CIM-RC (10%).

A sessão da final, na Casa da Cultura César Oliveira, é aberta a toda a comunidade e além da apresentação das ideias de negócio por estes jovens empreendedores irá incluir momentos de animação musical pela Orquestra do Conservatório de Música de Seia – Collegium Musicum e pelo Coro AEOH.

daBalada apresentam “Cumplicidades” Tour 2015 no Centro Cultural de Tábua

O Centro Cultural de Tábua irá receber, a 9 de maio, pelas 21h30, a Tour 2015 do grupo daBalada, originário de Coimbra.


“Cumplicidades” é um espetáculo que deambula entre a homenagem a figuras de proa como José Afonso e Luis Goes, responsáveis pelo aparecimento da balada na Canção de Coimbra, e a apropriação da poesia de nomes grandes da escrita, como Florbela Espanca, Miguel Torga e António Nobre, para as vestir de música feita por medida. O espetáculo revela ainda até onde foi o grupo ao inventar letras com palavras que rimam e músicas com notas coloridas que utiliza para transmitir sentimentos simples. A ligação de tudo isto é feita com uma sonoridade proveniente de várias fusões mas em que é percetível o sabor agridoce do rock. Bilhetes à venda na Biblioteca Pública Municipal João Brandão e no Centro Cultural de Tábua, pelo preço de quatro Euros.

Aparatoso acidente entre pesados obriga ao corte prolongado na Estrada da Beira

A Estrada da Beira, na zona do Poço do Gato (cruzamento para Lourosa, no concelho de Oliveira do Hospital, continua cortada ao trânsito na sequência do aparatoso acidente entre três pesados ocorrido cerca das 08h10 desta segunda-feira. O trânsito está a ser desviado pelo interior da freguesia de Lourosa.

 

Cerca de quatro horas após o acidente continuam demorados os trabalhos de remoção dos três veículos pesados que, ao início da manhã de hoje, estiveram envolvidos num acidente que provocou três feridos ligeiros, os condutores das três viaturas. Um camião está tombado, sendo mesmo necessária uma grua para a sua remoção.

O acidente aconteceu numa zona de curva, tendo inicialmente envolvido um veículo pesados de matérias perigosas (cisterna de combustível) que seguia “vazio” no sentido Oliveira do Hospital – Tábua e um camião de transporte de pó de pedra que circulava em sentido contrário. Sargento Silva, do destacamento de trânsito de Coimbra adiantou à Rádio Boa Nova que “por razões desconhecidas”, o veículo de transporte de combustíveis “entrou em despiste” embatendo primeiro num camião e, depois, num segundo camião que o seguia e que por sinal pertencem à mesma empresa. À hora do acidente estava a chover, não sendo ainda conhecidas as causas do acidente, encontrando-se a GNR a “apurar o que aconteceu”.

Ao envolver três viaturas pesadas, o acidente motivou grande aparato na Estrada da Beira, obrigando no imediato ao corte da via. De acordo com o sargento Silva não há previsão para a reabertura da via, devendo a situação ser reposta no decorrer da tarde.

O acidente mobilizou equipas dos bombeiros de Oliveira do Hospital, elementos da GNR de Coimbra e dos postos de Oliveira do Hospital e Tábua e Proteção Civil Municipal.

Com sinais de grande degradação, a Estrada da Beira assiste diariamente ao intenso tráfego automóvel e de viaturas pesadas. Por estes dias, a estrada é também local de passagem para muitos peregrinos que rumam a Fátima, pelo que é necessária atenção redobrada a quem circula na Estrada da Beira.

Espanha: Duas portuguesas mortas em colisão frontal em Salamanca

Duas portuguesas morreram, esta madrugada, na sequência de uma colisão frontal entre um automóvel e um camião, em Fuentes de Oñoro, Salamanca, em Espanha.


Fontes da Guarda Civil espanhola indicaram à agência noticiosa Efe que o sinistro ocorreu ao início da madrugada ao quilómetro 350 da Autoestrada de Castilla, a cinco quilómetros da fronteira com Portugal, ponto onde acaba a autoestrada e se inicia a estrada N-620.

Além das duas vítimas mortais, duas mulheres de 30 e 68 anos, três outras pessoas ficaram gravemente feridas no acidente, todas de nacionalidade portuguesa. Os três feridos são uma mulher de 29 anos e dois homens, de 32 e 37 anos, os quais foram transportados para os hospitais de Virgen Vega e Clínico Universitário. Os cinco acidentados viajavam num automóvel Opel Vectra, de matrícula portuguesa, alegadamente em turismo. Já o motorista do camião, também de nacionalidade portuguesa, escapou ileso, segundo a Efe.

Com:noticiasaominuto.com

 

Condutor que matou peregrinos é hoje ouvido em tribunal

O jovem de 24 anos que atropelou mortalmente, este sábado, cinco peregrinos que caminhavam em direção a Fátima será hoje ouvido em tribunal. De acordo com o Jornal de Notícias, o condutor “só não fugiu do local porque foi travado por camionista que parou no local, depois de testemunhar o acidente”.


Àquele jornal, o presidente da Câmara de Mortágua, citando relatos de outros peregrinos, disse que "o condutor tentou fugir e foi esse motorista que o agarrou e lhe disse que dali não saía".

O autarca deslocou-se ao local do acidente na madrugada de sábado, no IC2 em Cernache, Coimbra, onde os peregrinos, naturais de Mortágua, lhe disseram ainda que o condutor não terá mostrado "sinais de abalo" perante o acidente e que os seus amigos se envolveram numa briga com os peregrinos.

Levani Moseshvili, de 24 anos, estava já referenciado pelas autoridades devido ao envolvimento noutros acidentes de viação, consumo de estupefacientes e envolvimento em zaragatas. Foi constituído arguido e será ouvido esta segunda-feira em tribunal.

foto: cmjornal.pt

Mau tempo obriga a aviso amarelo

A chuva forte e trovoada têm estado a marcar a manhã desta segunda feira em Oliveira do Hospital e região. Treze distritos do país estão hoje sob aviso amarelo devido ao mau tempo.


O Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) prevê para hoje no continente céu geralmente muito nublado, períodos de chuva ou aguaceiros, em especial nas regiões norte e centro, onde podem ser por vezes fortes, de granizo e acompanhados de trovoada e possibilidade de queda de neve para o final do dia acima dos 1400 metros na Peneda-Gerês.

Está também previsto vento fraco a moderado.

Nas terras altas, prevê-se vento forte de sudoeste com rajadas da ordem de 90 quilómetros por hora, rodando gradualmente para oeste a partir da tarde. A previsão aponta ainda para uma pequena subida da temperatura máxima.

Hoje em Oliveira do Hospital são esperados 19 graus de máxima e 13 de mínima. Em Coimbra, as temperaturas vão variar entre os 16 e os 20 graus.

Amanhã, o tempo deverá melhorar. A partir de quarta-feira a tendência é para uma subida das temperaturas mínima e máxima, não se prevendo precipitação.

Acidente em Oliveira do Hospital corta Estrada da Beira

Uma colisão entre três viaturas na Estrada da Beira, em Oliveira do Hospital, provocou um ferido ligeiro e obrigou ao corte da via nos dois sentidos.


Segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro de Coimbra, tratou-se de uma colisão entre um veículo ligeiro e dois pesados, cerca das 08.10 horas, junto ao cruzamento para Lourosa. No local estão os Bombeiros de Oliveirinha e de Oliveira do Hospital e ainda a GNR.


Atualização (10h10) - Fonte dos Bombeiros Voluntários de Oliveira do Hospital adiantou à Rádio Boa Nova que no acidente estiveram envolvidas três viaturas pesadas, entre as quais uma cisterna de transporte de combustível, que à hora do acidente, estaria vazia. Uma viatura pesada chegou-se a "virar", adiantou a mesma fonte. Há a registar feridos ligeiros.